Arquivo da categoria ‘internet’

Crime: Adnews e UOL inventam notícia sobre Record News e R7

Site voltado ao mercado publicitário afirmou que emissora e portal encerrariam suas atividades
Em “notícia” criminosa publicada pelos jornalistas Leonardo Pereira e Marcelo Gripa no site Adnews às 10h03 desta sexta-feira (17), o site “informa” que a Record News e o R7 terão suas atividades encerradas.Estranhamente uma semana depois da parceria entre Adnews e UOL ser alardeada em anúncios na Folha de S.Paulo, o Grupo Folha dá indícios de que o AdNews será o seu braço armado para atacar os concorrentes que o ameaçam.
Montagem adnews
Incapaz de ser efetivo em ataques gratuitos em suas próprias páginas, o UOL demonstra claramente que, a partir do anúncio da parceria, usará o Adnews como caneta de aluguel para tentar conter a real ameaça que sofre tanto em audiência quanto em faturamento nos últimos anos.
“Uma vez mais o Grupo Record é vítima de seu sucesso. O êxito do R7 e da Record News é inconteste e provado pelos números que apresentam. A Record tomará imediatamente as medidas judiciais cabíveis contra os jornalistas e o site que publicaram mais este ataque inverídico contra a empresa”, afirma Alexandre Raposo, presidente da Rede Record.
Leia abaixo o comunicado oficial da Record:
O Grupo Record  vem a público informar que foi vítima de mais um ataque criminoso contra as suas atividades empresarias. São absolutamente falsas as notícias sobre o encerramento do portal R7 e da Record News.

           
O ataque foi divulgado sem identificar qualquer fonte de informação pelo site Adnews, na mesma semana em que a empresa anunciou que se tornava parceira do portal UOL, um dos concorrentes do R7.
       
O R7 registrou excelentes resultados em menos de três anos de atividades. De janeiro a dezembro de 2011, o portal teve um crescimento de 111,61%, enquanto o mercado brasileiro de internet se expandiu 8,73% no mesmo período, segundo dados do Ibope/Nielsen. 
           
A Record News, apesar de sofrer boicote de algumas operadoras de televisão paga, segue como o canal de notícias com o maior número de telespectadores do país.
          
A atuação da Record News e do portal R7 permitiu que o Grupo Record expandisse seu alcance, democratizando ainda mais o acesso à informação. Ambos atendem a um público cada vez maior, telespectadores e internautas que, cientes da qualidade dos produtos, optam cada vez mais pelos seus serviços. 
             
O Grupo Record informa ainda que vai tomar medidas judiciais contra estes ataques, que podem trazer prejuízos para nossas atividades.   


São Paulo, 17 de fevereiro de 2012.
CENTRAL RECORD DE COMUNICAÇÃO

MySpace lança player para ouvir e partilhar música

O Myspace anuncia hoje o lançamento do seu novo player de música, que dá acesso ao maior catálogo de música online do mundo e que permite partilhar a música com a rede social Facebook.
O novo player é o primeiro a permitir ouvir música gratuitamente e de forma ilimitada, em modo rádio personalizado, com motores de busca melhorados, bem como recursos de sincronização instantânea, possibilitando aos utilizadores partilharem a música que ouvem no Myspace com os amigos no Facebook, lê-se em comunicado. 

Através dos acordos exclusivos com a Sony, Universal, EMI e Warner e das parcerias com 20 mil editoras independentes, o Myspace adquiriu direitos globais sobre mais de 42 milhões de músicas, detendo agora uma biblioteca que é três vezes maior do que quaisquer outros catálogos online, refere a plataforma. 

«O Myspace tem um acesso incomparável a artistas com ou sem editora, que precisam de uma plataforma para dar a conhecer a sua música», sublinha Chris Vanderhook, COO do Myspace. 

«O novo player simboliza o nosso compromisso de promover a conexão entre artistas e fãs, não só permitindo que as pessoas oiçam as suas canções favoritas, como também oferecendo sugestões para descobrirem e adicionarem aos favoritos. Através da integração com o Facebook, vamos estender o processo de descoberta às redes sociais, permitindo aos fãs de música fazer circular as suas playlists e recomendar favoritas a todos os seus amigos», acrescentou Vanderhook. 

Entre as funcionalidades do novo player contam-se: 

O modo on-demand – permite às pessoas ouvir faixas individuais, álbuns na íntegra e playlists, de forma gratuita e sem interrupções de áudio para anúncios e sem limitações de streams. 

A integração com o Facebook – possibilita ouvir e partilhar selecções musicais de forma instantânea com os amigos através do Myspace e do feed de notícias do Facebook, ticker and timeline. O Myspace cria automaticamente um perfil para os novos utilizadores, evitando, assim, perdas de tempo com a criação de uma conta. 

O modo rádio – proporciona uma experiência de audição passiva, que recomenda músicas, tendo em conta o histórico de faixas ouvidas. O player permite também aos ouvintes adicionar faixas às suas playlists, com base em favoritos recém-descobertos, que ouviram através das recomendações do Myspace no modo rádio. Além disso, podem também encontrar os 15 milhões de artistas no Myspace – das editoras principais ou independentes, com ou sem editora – e visitar as estações de rádio dos artistas através do link: myspace.com/artistname/radio. 

Motores de busca melhorados (como Discovery/Browse, Top Charts, Similar Songs and Editor´s Picks) – favorecem a descoberta de novas músicas. 

Primeira rádio para jogos sociais é criada exclusivamente pela Vostu
  
Disponível nos jogos MegaCity e MiniFazenda, a novidade contará com Djs, músicas, dicas e ofertas especiais para jogadores
Líder em desenvolvimento de jogos sociais no Brasil, a Vostu acaba de lançar uma rádio inédita para jogos sociais.

A novidade está disponível para os dois maiores jogos da desenvolvedora – MegaCity e MiniFazenda – no Orkut e Facebook, e conta com Djs que tocarão músicas  populares brasileiras e compartilharão dicas e novidades sobre ofertas especiais. Por exemplo, o DJ vai informar os jogadores do MiniFazenda que a árvore básica do jogo é realmente importante para que no futuro ele tenha um sofisticado armazém, ou o DJ do MegaCity vai dar uma dica sobre que edifício o jogador deve colocar no jogo para completar sua missão.   

A experiência irá proporcionar novas formas de diversão aos usuários, e à Vostu, uma maneira inédita de se comunicar com os jogadores.

A rádio incluirá:
– Missões de Grupo para desbloquear detalhes especiais do jogo para todos os participantes
– Entrevistas com top gamers
– “Sabia isso”: fatos de criatividade no jogo 
– Menções de realizações excepcionais de jogadores 
– Streaming constante das 9h-Meia-noite

A Vostu realizou testes com o rádio “in-game” e conseguiu resultados extremamente positivos – 95% de jogadores que testaram o produto informaram que sua experiência de gaming melhorou. O rádio aumentou o tempo de sessão de gamers por 30%, e 25% de jogadores completaram uma missão audiovisual. 

“Estamos sempre buscando maneiras inovadoras de melhorar nossos jogos. Com a rádio, criamos uma forma exclusiva de nos comunicar com nossos usuários sem prejudicar a experiência de jogar. Ficamos muito satisfeitos com os testes iniciais e em saber que os jogadores abraçaram a ideia”, finaliza Daniel Kafie, CEO da Vostu.

Sobre a Vostu – http://www.vostu.com 
Fundada em junho de 2007, a Vostu é a maior desenvolvedora de jogos sociais do Brasil. Sediada em São Paulo, com escritórios em Buenos Aires e Nova York, reúne em seu portfólio jogos como GolMania, MegaCity, Mini Fazenda, Café Mania, além dos populares MegaPoker, Pet Mania e Rede do Crime, que já atraíram mais de 50 milhões de jogadores nas redes sociais. Além do Orkut, a empresa também disponibiliza jogos para usuários do Facebook e Google+.

https://i2.wp.com/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2010/09/01/02zbedintruder.jpg

Celebridade da do video “Bed Intruder” é presa nos EUA por porte de maconha

Do G1, em São Paulo

Antoine Dodson (Foto: Bob Farley/AP)Antoine Dodson (Foto: Bob Farley/AP)
A celebridade da internet Antoine Dodson, que ficou conhecido depois que o vídeo “Bed Intruder” se popularizou no YouTube, foi preso no sábado (23) em Huntsville, no Alabama, por porte de maconha.

Dodson foi autuado por delito leve e logo depois liberado, informou o site “TMZ”. Ele também foi autuado por não ter aparecido ao tribunal por acusações de trânsito, por não ter seguro e por excesso de velocidade.

Dodson ficou famoso depois que uma entrevista sua na TV foi transformada em música e se tornou uma das mais baixadas do iTunes. Na entrevista, Dodson, irritado, fala sobre uma tentativa de estupro contra sua irmã mais nova. Um clipe remixado da música também se tornou hit do YouTube, transformando o estudante americano de 24 anos em uma sensação da internet.

O Gordinho do Pilão

Lembram do gordinho que revidou a um projeto de valentão que estava socando sua cútis fofinha quando estavam na escola e que virou um dos grandes virais da internet com milhões de acesso?
Pois é, após aquele fantástico pilão jamais visto em nenhum ringue de lutadores profissionais, uma rede de TV australiana localizou o localizou e realizou uma esclarecedora e comovente entrevista. Seu nome é Casey Heynes e como fica claro na entrevista, ele se tornou um herói e um símbolo na luta contra o bullying.
Confiram a entrevista legendada:

Original:

Blog de Bethânia foi aprovado por ‘critérios técnicos e jurídicos’, diz MinC
Do G1, em São Paulo
A cantora Maria Bethânia festeja um de seus prêmios no palco do Municipal (Foto: Roberto FilhoAgNews) 
A cantora Maria Bethânia (Foto: Roberto FilhoAgNews)
O Ministério da Cultura divulgou na tarde desta quarta-feira (17) um comunicado em que confirma a autorização a Maria Bethânia para captar R$ 1,3 milhão para a criação do blog “O mundo precisa de poesia”. Segundo o MinC, os critérios utilizados foram “técnicos e jurídicos” e que “rejeitar um proponente pelo fato de ser famoso, ou não, configuraria óbvia e insustentável discriminação”.
Na manhã desta quarta-feira (16), o jornal “Folha de S. Paulo” publicou que a artista teria conseguido autorização do MinC para construir o blog (projeto Pronac 1012234), que terá um vídeo diário de 1 minuto de duração com da cantora interpretando grandes obras de poesia.
O cineasta Andrucha Waddington, que dirigiu o documentário “Maria Bethânia – pedrinha de Aruanda”, será o responsável pela produção dos 365 filmetes.
A notícia repercutiu com força dentro do Twitter. Durante o dia inteiro o nome da cantora está entre os tópicos principais dentro do microblog. A grande maioria das mensagens é de publicações contra a aprovação do Ministério da Cultura. Na nota, o MinC faz questão de esclarecer que a aprovação “não garante, apenas autoriza a captação de recursos junto à sociedade”.
O site é inspirado no espetáculo Bethânia e as Palavras, em que a artista recita poemas e trechos de textos de escritores como Fernando Pessoa, Guimarães Rosa, Manuel Bandeira e Sophia de Mello. A página será coordenada pelo antropólogo Hermano Vianna.

Novo local

Publicado: 13 de julho de 2010 em internet
Estou postando no endereço http://www.grupoanel.blogspot.com e http://www.twitter.com/grupoanel entre outros. Conheçam o grupo

Yahoo se integra ao Facebook

Publicado: 7 de junho de 2010 em internet
Yahoo se integra ao Facebook
O Yahoo anunciou novos atributos que permitirão aos seus usuários mais acessos a atualizações do popular site de relacionamento Facebook, ampliando a parceria que as empresas firmaram no ano passado.
A partir desta segunda-feira, as contas do Yahoo e do Facebook podem ser diretamente ligadas, permitindo que os usuários do Yahoo, por exemplo, tenham as atualizações do Facebook enviadas diretamente às suas páginas iniciais ou ao email.
A integração adicional também facilitará o compartilhamento de atividades no site do Yahoo, como fotos no Flickr, por meio do Facebook. A expansão de acesso foi anunciada no domingo.
Os novos atributos ressaltam os esforços do Yahoo para acompanhar a popularidade das redes sociais e evitar que seus usuários migrem para sites como o Facebook, que conta com mais de 350 milhões de usuários pelo mundo.
O Yahoo informou ainda que irá renomear o Yahoo Profiles, sua central de gerenciamento de perfis e atividades, para Yahoo Pulse, além de alterar a configuração para facilitar os controles de privacidade do usuário.
Fonte: Reuters
Bloqueio a redes sociais pode causar evasão de profissionais

De acordo com pesquisa, a existência de uma Geração StandBy nas empresas, para a qual não existe uma separação entre vida pessoal e profissional, levaria 21% dos profissionais a trocar de emprego caso fossem impedidos de acessar redes sociais.
Por CSO/US

A maioria dos profissionais valoriza a confiança e a permissão para usar a internet no trabalho mais até do que o salário. Pelo menos, é o que aponta uma pesquisa conduzida com 1,6 mil gestores e funcionários de empresas nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e Austrália, durantes os meses de janeiro e fevereiro.

Entre os entrevistados, 21% dizem que trocariam de emprego se a empresa em que trabalham bloqueasse o acesso às redes sociais ou ao e-mail pessoal.

Esse novo comportamento, de acordo com o relatório, faz surgir a ‘Geração Standby’. Tratam-se de profissionais que não conseguem fazer essa separação entre a vida profissional e pessoal.

As característica dessa ‘Geração Standby’ ficam mais evidentes entre pessoas de 25 a 34 anos. Neste grupo, 57% dos ouvidos pelo estudo confirmam que realizam tarefas pessoais, como acessar as redes sociais e fazer compras online, durante o trabalho. Além disso, 66% de todos os profissionais dizem que utilizam o tempo de almoço ou as horas depois do expediente para acessar a Internet com objetivos pessoais.

O relatório, encomendado pela fornecedora de software para segurança Clearswift, aponta ainda que para 79% dos entrevistados a questão mais valorizada hoje – acima inclusive de cargos e salários – é ter a confiança do chefe direto para gerenciar o próprio tempo e isso inclui usar a internet durante o expediente. Adicionalmente, 62% dos funcionários sentem que deveriam ter acesso a redes sociais durante o trabalho por razões pessoais – esse índice cai para 51% entre os gestores.

Diretor do FBI alerta contra ameaça digital

Publicado: 5 de março de 2010 em internet, MUNDO
Diretor do FBI alerta contra ameaça digital
Por Alexei Oreskovic
SAN FRANCISCO (Reuters) – Militantes, governos estrangeiros e quadrilhas criminais representam uma crescente ameaça aos EUA, ao atacarem redes privadas e governamentais de computadores, disse na quinta-feira o diretor do FBI (polícia federal dos EUA), Robert Mueller.
Durante uma conferência sobre segurança na Internet, Mueller disse que grupos como a Al Qaeda usaram primariamente a Internet para recrutar membros e planejar atentados, mas podem transformar a própria rede em um alvo.
“Os terroristas têm demonstrado um claro interesse em buscar capacidades como ‘hackers’ e vão tentar treinar seus próprios recrutas ou contratar estranhos de olho em combinarem ataques físicos e ataques cibernéticos”, afirmou Mueller, acrescentando que um ataque digital poderia ter o mesmo impacto que uma “bomba bem colocada”.
Ele afirmou ainda que alguns governos estrangeiros, que ele não identificou, também representam uma ameaça, por tentarem usar a internet para espionagem. “Além da ameaça terrorista, Estados-nação podem usar a internet como meio de ataque para fins políticos.”
Ele citou ainda “mercenários de aluguel”, “hackers” independentes e quadrilhas internacionais como possíveis ameaças às redes do governo.
“Eles buscam nossa tecnologia, nossa inteligência, nossa propriedade intelectual e até nossas armas e estratégias militares”, afirmou.
Vários incidentes internacionais envolvendo a segurança na Internet ocorreram nos últimos meses. Em janeiro, o Google disse ter detectado um sofisticado ataque online contra seus sistemas, com origem na China, e afirmou que pelo menos outras 20 empresas também haviam sido afetadas.
De acordo com o Google, uma das metas dos ataques era acessar contas pessoais de email de ativistas chineses de direitos humanos.
Nesta semana, a polícia espanhola prendeu três homens acusados de serem os mentores de um dos maiores crimes digitais já cometidos, em que mais de 13 milhões de computadores foram infectados com um vírus que roubou números e dados de cartões de crédito.
Muelller disse que a cooperação é essencial no combate ao crime digital, como no caso espanhol. Ele afirmou ainda que o FBI tem 60 adidos em todo o mundo, além de agentes especiais incrustados nas polícias de países como Romênia, Estônia e Holanda.
Ele pediu que empresas atacadas se apresentem para ajudar a localizar os agressores, e garantiu que o FBI está sintonizado com a natureza delicada dessa situação para as corporações.
“Vamos minimizar a perturbação aos seus negócios, vamos salvaguardar sua privacidade e seus dados e, onde for necessário, vamos buscar ordens (judiciais) de proteção para preservar segredos comerciais e a confidencialidade dos negócios”, afirmou.