Arquivo da categoria ‘Emprego’

Vagas de emprego – Ribeirao Preto e regiao

Publicado: 13 de março de 2013 em Emprego
Araraquara
Cidade: Araraquara – vaga para Consultoria em telecomunicação/VENDAS
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Campinas
Cidade: Campinas – vaga para Supervisor de Merchandising
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Franca
Cidade: Franca – vaga para Atendente de Drogaria (caixa)
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Franca
Cidade: Franca – vagas para Atendente de Drogaria
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Jaboticabal
Cidade: Jaboticabal – vaga para Consultoria em telecomunicação/VENDAS
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Jardinópolis
Cidade: Jardinópolis – vaga para Consultoria em telecomunicação/VENDAS
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Limeira
Cidade: Limeira – vaga para Atendente de Drogaria (caixa)
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Limeira
Cidade: Limeira – vagas para Atendente de Drogaria
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – 15 vagas para Auxiliar de Limpeza
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – 5 vagas para Atendente de Drogaria
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – 8 vagas para Atendente de Drogaria (caixa)
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Auxiliar de escritório
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Auxiliar de limpeza
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Auxiliar Departamento Pessoal
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Auxiliar Produção
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Consultoria em telecomunicação/VENDAS
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Gerente de Loja
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Instalador maquina, Cerca, Interfonia, Câmeras. Informações:
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Promotora de Vendas
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Recepcionista
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Serralheiro / Soldador
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Ribeirão Preto
Cidade: Ribeirão Preto – vaga para Tele-vendas
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Rio Claro
Cidade: Rio Claro – vaga para Atendente de Drogaria (caixa)
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Rio Claro
Cidade: Rio Claro – vagas para Atendente de Drogaria
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

São Carlos
Cidade: São Carlos – vaga para Atendente de Drogaria (caixa)
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

São Carlos
Cidade: São Carlos – vagas para Atendente de Drogaria
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

São José do Rio Pret
Cidade: São José do Rio Preto – vaga para Atendente de Drogaria (caixa)
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Sertãozinho
Cidade: Sertãozinho – vaga para Consultoria em telecomunicação/VENDAS
link>> http://empreganossacidade.com.br/index.php

Anúncios
Bloqueio a redes sociais pode causar evasão de profissionais

De acordo com pesquisa, a existência de uma Geração StandBy nas empresas, para a qual não existe uma separação entre vida pessoal e profissional, levaria 21% dos profissionais a trocar de emprego caso fossem impedidos de acessar redes sociais.
Por CSO/US

A maioria dos profissionais valoriza a confiança e a permissão para usar a internet no trabalho mais até do que o salário. Pelo menos, é o que aponta uma pesquisa conduzida com 1,6 mil gestores e funcionários de empresas nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e Austrália, durantes os meses de janeiro e fevereiro.

Entre os entrevistados, 21% dizem que trocariam de emprego se a empresa em que trabalham bloqueasse o acesso às redes sociais ou ao e-mail pessoal.

Esse novo comportamento, de acordo com o relatório, faz surgir a ‘Geração Standby’. Tratam-se de profissionais que não conseguem fazer essa separação entre a vida profissional e pessoal.

As característica dessa ‘Geração Standby’ ficam mais evidentes entre pessoas de 25 a 34 anos. Neste grupo, 57% dos ouvidos pelo estudo confirmam que realizam tarefas pessoais, como acessar as redes sociais e fazer compras online, durante o trabalho. Além disso, 66% de todos os profissionais dizem que utilizam o tempo de almoço ou as horas depois do expediente para acessar a Internet com objetivos pessoais.

O relatório, encomendado pela fornecedora de software para segurança Clearswift, aponta ainda que para 79% dos entrevistados a questão mais valorizada hoje – acima inclusive de cargos e salários – é ter a confiança do chefe direto para gerenciar o próprio tempo e isso inclui usar a internet durante o expediente. Adicionalmente, 62% dos funcionários sentem que deveriam ter acesso a redes sociais durante o trabalho por razões pessoais – esse índice cai para 51% entre os gestores.

Agência Estado Renault reconvoca 500 empregados na fábrica do Paraná

O aumento das vendas em janeiro, fevereiro e março por conta da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na venda de carros novos levou a Renault a decidir pelo retorno de 500 funcionários ao trabalho nesta semana na unidade de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná.

A volta ocorre após eles terem ficado quase três meses afastado em licença remunerada. A situação de outros 500 funcionários da fábrica, que têm licença remunerada até maio, ainda não foi definida pela empresa.

Segundo a montadora, os funcionários que estão voltando trabalharão em um segundo “meio turno”, elevando a cadência de produção dos atuais 350 carros por dia para 500 veículos por dia. Na unidade de São José dos Pinhais são produzidos os modelos Scénic, Mégane, Mégane GrandTour, Logan, Sandero e Sandero Stepway.

http://br.noticias.yahoo.com/s/24032009/25/economia-renault-reconvoca-500-empregados-na.html

Governo amplia seguro-desemprego para 103 mil demitidos

Portal Terra

BRASÍLIA – Como medida para enfrentar o forte corte de postos de trabalho diante da crise financeira mundial, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, anunciou nesta terça-feira a ampliação do seguro-desemprego para até sete parcelas. A partir de abril, deverão ter direito a duas parcelas a mais do benefício 103.707 trabalhadores demitidos em dezembro, período em que os cortes nos postos nos quadros das empresas foram acima do dobro da média habitual.

– Aqueles trabalhadores de setores que tiveram demissões nos meses de dezembro e continuaram depois com uma média negativa de 30% (em relação ao desempenho do setor desde 2003) são os que terão o direto (à ampliação do seguro-desemprego)- declarou o ministro.

Atualmente, o trabalhador que ficou de seis a 11 meses na empresa tem direito, ao ser demitido, a três parcelas do seguro-desemprego. Aquele que trabalhou de 12 a 23 meses na mesma companhia garante benefício de quatro parcelas, e os trabalhadores com 24 a 36 meses de casa têm direito a cinco parcelas do seguro-desemprego.

Nem todos os Estados terão seus trabalhadores com o direito ao maior número de parcelas do seguro-desemprego. Ao todo serão 16 unidades da federação (AM, AP, MA, CE, PB, PE, SE, BA, MG, ES, RJ, SP, PR, SC, RS e GO) e 42 subsetores, considerados os mais afetados pela crise mundial, como indústria metalúrgica, mecânica, de produtos alimentícios e administração de imóveis. As parcelas do seguro-desemprego serão calculadas conforme os três últimos salários, variando de R$ 465 a R$ 870,01.

Apesar de o governo já estimar uma melhora na geração de empregos formais, Lupi avalia que a ampliação do seguro-desemprego é necessária, uma vez que os setores mais fortemente atingidos pela crise ainda não conseguiram retomar os patamares de produção verificados antes das turbulências mundiais.

-(A medida) justifica-se porque os demitidos, como foram bem acima da média, provavelmente estão ainda sem conseguir seu emprego (porque) estão em setores mais afetados pela crise. Quando ele for contratado por uma empresa, a gente suspende (as parcelas do benefício)- falou.

Para março, a projeção do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) “é de uma melhora boa perante o que o Brasil enfrenta hoje”. Para entrar em vigor, a medida deverá ser ratificada, no próximo dia 30, pelo Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador).

A despeito das 4,2 mil demissões anunciadas pela Embraer em fevereiro, os trabalhadores do setor não poderão ter acesso a esse benefício. Para este setor e outros que não conseguiram ser beneficiados, o seguro-desemprego só terá suas parcelas aumentadas “se ocorrer uma situação atípica em março”. “Se tivermos uma média continuada de demissões acima de 30%, poderemos solicitar (ao Codefat) uma prorrogação da medida”.

http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/03/24/e240326369.asp

Planejar a semana aumenta chances na busca do emprego, dizem especialistas

Maior parte das vagas surge quinta e sexta, quando concorrência é menor. Na segunda-feira, a procura é maior e nem sempre os currículos são lidos
G1/Globo.com

A prática de investir todas as fichas na procura por emprego na segunda-feira pode não trazer os resultados esperados pelo candidato. Segundo consultores ouvidos pelo G1, muitos currículos enviados neste dia deixam de ser lidos devido à imensa procura. Em compensação, segundo os especialistas, quem manda currículos ou procura centros de recrutamento na quinta e na sexta-feira encontra mais vagas e enfrenta menos concorrência.


“As caixas de e-mail dos recrutadores ficam lotadas às segundas-feiras de tantos currículos que chegam, e muitos acabam nem sendo lidos”, diz Vanessa Novais, gerente de planejamento de carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos. Segundo ela, ao contrário do que muitos pensam, a maior parte das oportunidades surge às quintas e sextas-feiras.


Por isso, as empresas preferem receber os currículos na quinta-feira para chamar os candidatos na semana seguinte. “Os números comprovam isso. Quem manda currículos quinta e sexta-feira tem mais chances de ser chamado para a entrevista”, ressalta a especialista.


De acordo com Vanessa, além de serem os dias em que mais surgem as vagas, na quinta e na sexta-feira os candidatos que enviam os currículos saem na frente porque a concorrência costuma ser menor.


Domingo

A consultora aconselha os candidatos a responder as vagas publicadas nos jornais de domingo na terça-feira e quarta-feira, buscar vagas nas agências de emprego e nos sites de carreira na quinta e na sexta-feira. Entretanto, os currículos devem ser sempre enviados no período da manhã. O candidato deve sempre levar em conta o prazo estipulado pelas empresas para envio de currículos ou comparecimento a agências de emprego.


“Existe a cobrança da família para que comecemos a procurar emprego na segunda-feira, que significa começar a semana tomando uma providência. E muitos passam o domingo assinalando anúncios nos jornais para correr atrás na segunda. Mas o ideal é tirar o domingo para curtir, assinalar os classificados na segunda e correr atrás das vagas na terça”, aconselha.


Vagas chegam no meio da semana

Sidnéia Palhares, gerente da divisão de efetivos da agência de recrutamento Gelre, destaca que “todo dia é dia de procurar emprego”. Ela diz, porém, que quem for a agências na quinta ou na sexta-feira tem mais chance do que quem for às segundas.


“Segunda tem maior movimento porque as vagas chegam nas agências no meio da semana e são publicadas nos jornais no domingo. O resultado é que na segunda tem acúmulo de pessoas nas agências de emprego. Quem manda o currículo na quinta ou na sexta tem chance à frente das outras pessoas.”


Movimento cai na sexta-feira

Daniela Sampaio da Silva Xavier, supervisora da área de avaliação e monitoramento dos Centros de Apoio ao Trabalho (CAT), da Secretaria Municipal de São Paulo, que fazem intermediação de mão-de-obra, diz que 50% do total de candidatos que passam pelas unidades durante a semana buscam emprego na segunda e na terça-feira, entre 7h e 9h. O restante vai nos demais dias. A sexta-feira é o dia de menor movimento.


“As vagas surgem todos os dias. Muitos empregadores disponibilizam vagas no meio da semana, e em alguns setores há mais vagas na quinta e na sexta-feira. E justamente nesses dias o movimento cai bastante nos centros”, diz. Ela indica que os candidatos optem por ir às unidades do CAT no período da tarde, quando o movimento é menor.


A supervisora aconselha ainda os candidatos a planejar a busca de trabalho para a semana toda, dividindo os dias entre elaborar e atualizar o currículo e depois distribuí-los, seja pessoalmente nas empresas e agências de recrutamento ou cadastrando em sites.


“Não se deve mandar todos os currículos na segunda-feira, mesmo porque muitas empresas costumam tirar esse dia para fazer suas reuniões internas”, explica Daniela.
Justiça trabalhista condena Banco do Brasil a pagar meio milhão de reais por dano moral

Celso Bejarano Jr.

O juiz Marco Antonio Miranda Mendes, da 2ª Vara do Trabalho de Dourados, condenou quatro agências do Banco do Brasil a pagar R$ 500 mil por entender que a instituição financeira descumpria as normas que regulam a jornada de trabalho.

O banco teria manipulado o horário de entrada e saída de seus empregados e ainda reduzido o intervalo de alimentação dos trabalhadores. O dinheiro da condenação deve bancar algum programa social.

De acordo com o processo 0731, a ação que resultou na punição do banco foi provocada por manifestação do MPT (Ministério Público do Trabalho).

A sentença do magistrado, produzida em 15 páginas, definida na semana passada, mas divulgada somente nesta segunda-feira (16), narra que durante a investigação uma servidora do banco mentiu ao testemunhar em favor da agência financeira. Isto foi descoberto por meio de quebra de sigilo telefônico.

De acordo com a denúncia do MPT, os empregados do banco tinham de cumprir 6 horas diárias e direito a meia hora de intervalo para o almoço.

Jornada maior

Contudo, eles eram submetidos a jornadas superiores as estabelecidas por regra.

Num trecho da decisão o juiz narra que no dia 11 de janeiro do ano passado, fiscais trabalhistas foram a uma agência do Banco do Brasil em Dourados, segunda maior economia de Mato Grosso do Sul, e lá viram que alguns servidores que já haviam registrado a saída no controle de ponto ainda cumpriam expediente.

Uma das bancárias, Sarah Silva Rocha, diz a sentença, disse ao fiscal do trabalho que naquele 11 de janeiro, embora tenha batido o cartão se encontrava na agência porque aguardava carona do pai, do noivo ou do irmão.

Ela teria ligado do celular para um deles, pois, segundo ela, chovia e, por isso, precisava da ajuda dos parentes.

A quebra

Ocorre que a justiça trabalhista determinou a quebra do sigilo telefônico da servidora e descobriu que ela não tinha ligado nem recebido telefonemas por meio do celular durante a fiscalização.

Advogados contratados pelo banco contestaram a quebra do sigilo, mas o magistrado não considerou o manifesto.

“A última ligação recebida pela reclamante [Sarah] no dia 11/01/2008 foi às 15h36. Não foi do irmão, nem do noivo nem do pai. Logo, a testemunha faltou com a verdade. Isso reforça a fé pública do auto de infração. Resta comprovado que no dia 11/01/2008 a empregada Sarah Silva Rocha estava trabalhando, depois de ter assinado o horário de saída no controle de ponto”, anotou na sentença o juiz Marco Antonio Mendes.

Fiscais trabalhistas fizeram outras rondas nas agências e, segundo a denúncia, acharam novas irregularidades, como a citada no dia 21 de dezembro do ano passado.

Outro caso

Dois servidores, Luiz Roberto Terra Capoano e Aparecido Rodrigues Miranda “haviam registrado intervalo intra jornada, mas foram surpreendidos trabalhando”, diz trecho do processo.

A descoberta fez com o juiz desconfiasse do controle de ponto conduzido pelo comando das agências. “Comprovado está que o controle de ponto é manipulado e não reflete as reais jornadas e intervalos usufruídos pelos empregados”, escreveu o juiz.

Já para o MPT, “o réu [banco] exigia que seus empregados fraudassem os registros de jornada”.

De acordo com a audiência que motivou a condenação, os defensores do banco alegaram que a instituição financeira tem quadro reduzido de trabalhadores porque “ofereceram planos de aposentadoria, afastamento, desligamento antecipado e voluntários”.

Por essa razão, seguem os defensores: “como não tem autorização [comando da agência em Dourados] para efetuar novas contratações, se veem obrigados a autorizarem a prorrogação de jornada”.

Multa

O juiz conclui sua sentença determinando ao banco que seus empregados só podem prorrogar a jornada de trabalho se propuser um acordo e que isso seja documentado na DRT (Delegacia Regional do Trabalho).

Além dos R$ 500 mil pela condenação, o magistrado mandou o banco pagar R$ 10 mil sobre as custas processuais e ainda avisou que se a agência descumprir a decisão, vai ser multada em R$ 2 mil por cada ocorrência, isto é, por cada empregado que for descoberto trabalhando fora do expediente sem que a DRT saiba disso.

http://www.midiamax.com/view.php?mat_id=475785

Empresas procuram temporários para Páscoa

Publicado: 2 de fevereiro de 2009 em Economia, Emprego
Apesar da crise, empresas procuram temporários para Páscoa

da Folha Online

Mesmo com o cenário desfavorável em diversos setores, empresas da indústria e do varejo de chocolates ouvidas pela Folha estão otimistas e pretendem aumentar –ou ao menos manter– o número de temporários da Páscoa de 2008.

Essa ampliação do número de postos é um dos assuntos do caderno Empregos desta semana, que traz também 13 mil vagas, além de orientações para o trabalhador temporário se manter nestes empregos. Quem traz os detalhes, neste videocast, é o repórter André Lobato.

Companhias como Kraft, Amor aos Pedaços e Cacau Show ampliarão o número de postos em relação ao ano passado. Nestlé e Kopenhagen terão o mesmo contingente.

Segundo a Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Balas e Derivados), serão criadas 25 mil vagas extras –7.500 para a produção, que já foram preenchidas no fim do ano, e o restante para as vendas. O número é semelhante ao que foi verificado em 2008.

Negócios

A provável retração do consumo ocasionada pela crise econômica mundial torna a comunicação visual no ponto-de-venda uma ação ainda mais estratégica para os lojistas.

Segundo levantamento realizado pelo Provar (Programa de Administração de Varejo) e pelo Laboratório de Finanças da FIA (Fundação Instituto de Administração), em parceria com a Felisoni Consultores Associados, 43% dos consumidores de baixa renda adquirem produtos estimulados por ações de comunicação.

No caderno Negócios desta semana, o leitor confere um especial sobre marketing e pontos de venda. A importância do contato visual e o que se deve fazer pra ganhar clientes e ter mais fidelidades neste momento de crise mundial.

O estudo da Provar foi realizado com 400 pessoas que fizeram compras em diversos pontos comerciais de São Paulo. Nele, 66,8% dos consumidores dizem que conheceram o produto adquirido circulando no interior do ponto-de-venda.