Arquivo da categoria ‘Raul Gil’

Banda Cine faz surpresa para versão mirim do grupo neste sábado 

No Programa Raul Gil deste sábado, 3 de setembro, o apresentador se diverte com os pequenos no quadro “Eu e as Crianças”. 

Durante a apresentação do Cine mirim, cantando Garota Radical, a banda Cine entra no palco e causa alvoroço na plateia. Juntos eles cantam “Em Choque” e as “As Cores”.


 Neste sábado, 3 de setembro, às 14h15, o Programa Raul Gil traz a alegria e diversão para todos os telespectadores. No quadro Crianças Curiosas presença de Diogo Nogueira. As crianças, Yasmin, Milena, Kaik, Vitinho, Gregnho e Manuela colocam o cantor na parede e perguntam: “Qual foi o maior público que você já se apresentou?”, “Como é ser filho de um dos maiores sambistas?” e “A Seleção Brasileira seria melhor se tivesse você como jogador?”.

“Fui feirante, virei metalúrgico e lavei ônibus”, diz Raul Gil
Raul Gil relembra sua trajetória em entrevista a Marília Gabriela
 . Foto: Divulgação
Regina Rito
Rio de Janeiro
Raul Gil é o convidado do De Frente com Gabi, domingo (19), no SBT. O apresentador conta o que fez antes da fama: “Fui feirante, fazia pastel, virei metalúrgico, lavei ônibus… Meu pai era servente de pedreiro”.
Raul, que já quis ser cantor, diz : “Fui gongado 17 vezes”. Apaixonado por carros, revela que tem uma Maseratti, dois Jaguares, uma BMW e uma caminhonete Harley. No bate-bola, assume ter medo de morrer.
Eliana imita quadro do Raul Gil e homenageia dupla
Apresentadora cria saia justa entre programas da mesma emissora
Fabíola Reipert, colunista do R7
A dupla Fernando & Sorocaba
Divulgação
Criou-se uma saia justa entre a produção do programa de Eliana e a de Raul Gil, ambos do SBT.
Neste domingo (12), Eliana imitou o quadro Homenagem ao Artista, que faz parte do programa de Raul Gil.
Se não bastasse o formato da atração ser idêntico, a dupla homenageada foi a mesma que Raul levou recentemente ao seu programa: Fernando &  Sorocaba.
Não mudaram nem os personagens, como um amigo de longa data, por exemplo.
Fora isso, tinha mulher, família etc.

Programa Raul Gil homenageia a banda Skank

Publicado: 11 de novembro de 2009 em Band, Raul Gil
Programa Raul Gil homenageia a banda Skank

Foto: Rodrigo Belentani
A banda Skank participa do quadro

A banda Skank participa do quadro “Homenagem ao Artista”


Fotógrafo Rodrigo Belentani

Os mineiros do grupo Skank são considerados uma das bandas pop de maior sucesso em todo o país. O grupo formado em 1991 já vendeu milhões de cópias, viajou por todo o Brasil, fez turnês internacionais e tocou ao lado de grandes nomes da música mundial. No Programa Raul Gil eles contaram um pouco dessa história e receberam uma linda Homenagem ao Artista.

Confira as músicas interpretadas pelos talentos revelados no Programa Raul Gil.

Tato Vilanova – Garota Nacional
B K W – Saidera
Felipe Haniel – É uma partida de futebol
Stéfani – Vou deixar
André Leonno – Resposta

Não perca. Skank na Homenagem ao Artista, sábado a partir das 13h45 na BAND.

E não para por aí. No quadro “Famosos Curiosos”, a convidada da vez é uma das maiores cantoras da música popular brasileira: Alcione. A “Marrom” responde às dúvidas de nomes como Carlinhos de Jesus, a atriz Graciane Barbosa, a dermatologista Ligia Kogos, do delegado Dr. Nico e do cantor Sidney Magal. Não perca tudo isso às 13h45, na Band!


Fotógrafo Rodrigo Belentani


Fotógrafo Rodrigo Belentani

Mais uma banda visitou o palco de Raul Gil e depositou muita confiança no Pé Quente do animador que mais revelou talentos na televisão brasileira. O grupo Balanço Dubom já está na estrada há algum tempo e agora busca o reconhecimento nacional. No Pé Quente do Raul nós conheceremos um pouco da história desse grupo e iremos conferir musicais pra lá de animados.

Programa Raul Gil: Diogo Nogueira na Homenagem

Publicado: 16 de outubro de 2009 em Band, Raul Gil
Programa Raul Gil: Diogo Nogueira na Homenagem

Foto: Rodrigo Belentani

Diogo Nogueira recebe homenagem no programa Raul Gil

Filho de um dos sambistas mais importantes da nossa música, Diogo Nogueira marcou presença no palco de Raul Gil para ser homenageado e relembrar a obra de seu pai, João Nogueira.

Apesar de ter se aventurado numa carreira esportiva como jogador de futebol, Diogo acabou enveredando para a música e já lançou dois álbuns e um DVD.

No Programa Raul Gil ele contou a trajetória e a importância que João Nogueira exerce no seu trabalho. Amigos, familiares e grandes nomes deram depoimentos emocionantes e os talentos revelados por Raul Gil agitaram o palco com releituras de clássicos do samba.

Confira quem se apresentou nessa homenagem:
Grazielly Motta – Sem você não dá
Jonathan Brito – Poder da criação
Fernando Augusto – Espelho
Felipe Haniel – Nó na madeira

http://twitter.com/Diogo_Nogueira

Eu e as Crianças!

Fotógrafo Rodrigo Belentani

A criançada trouxe muita animação para o palco do vovô Raul Gil nessa semana. Hayla Francine fez uma linda homenagem ao apresentador fazendo uma versão da música ‘Lonas Azuis’ e teve o acompanhamento de um lindo ballet.

Kaík Francisco trouxe uma novidade nesse programa. Uma bola do santos autografada pelo Neimar e pelo Luxemburgo. É isso mesmo! Com a ajuda de Raul Gil eles fizeram uma visita à Vila Belmiro e conseguiram muitos presentes para Kaík. Não perca essa história!

Stefany e Natan interpretaram uma canção internacional e fizeram bonito ao cantar em inglês direitinho. O baterista de olhos verdes da cidade de Lageado, apresentou ao lado de Fernanda Klen uma canção da cantora gospel Aline Barros.

E para fechar com chave de ouro, vamos relembrar os melhores momentos da maior estrela infantil da TV brasileira no quadro Momentos Maísa!

Você É o Show



Fotógrafo Rodrigo Belentani


Atrações inusitadas marcaram presença no quadro Você É o Show dessa semana. Primeiro apareceu um homem fantasiado para fazer imitações de diversos tipos de galo. O que mais impressiona na apresentação de Zé Galo é o figurino muito bem produzido, já as imitações fica a cargo do júri avaliar. A música e a dança indiana também marcaram presença com o Grupo Gânesha. A Comitiva do Rock trouxe muita alegria e descontração com um musical que lembrou muito os ‘Mamonas Assassinas’. Bebeto Tenório e o grupo The Cat’s continuam na disputa.

Não perca o Programa Raul Gil, sábado a partir das 13h45, na BAND.

Dr. Hollywood “tira o chapéu” no programa Raul Gil deste sábado

Foto: Rodrigo Belentani

Dr. Hollywood e o apresentador Raul Gil
Dr. Hollywood e o apresentador Raul Gil

O programa Raul Gil deste sábado está imperdível. O apresentador traz ao palco o Dr. Hollywood, que é o convidado do quadro “Pra Quem Você Tira o Chapéu?”.

Dr. Roberto Rey, o Dr. Hollywood, é um renomado cirurgião plástico que já esculpiu os corpos de diversas celebridades e artistas americanos. Ele estudou nas melhores universidades dos Estados Unidos e se tornou especialista em cirurgia plástica com o mínimo de cicatriz. Dr. Rey ficou muito famoso com um programa de televisão que mostra as cirurgias plásticas sem censuras.

No quadro, o cirurgião diz o que pensa sobre diversos assuntos polêmicos, além de responder às perguntas dos Famosos Curiosos. No ar às 13h45, na Band.

Raul Gil homenageia a carreira da dupla Felipe e Falcão


Foto: Divulgação

O apresentador Raul Gil
O apresentador Raul Gil

Na sexta feira, 18 de Setembro, a música brasileira sofreu mais uma grande perda. O cantor Falcão, da dupla Felipe e Falcão, faleceu vítima de parada cardíaca e deixou muitas saudades nos corações dos fãs e familiares.

Comunicador da melhor qualidade, Falcão trabalhou como âncora de telejornal e também como apresentador de shows e eventos. Num dos concursos musicais que comandou, ele conheceu o parceiro Felipe, com quem gravou diversos álbuns e trilhou uma bela carreira musical.

Buscando relembrar essa bela trajetória de vida que rendeu ótimos frutos para a música sertaneja, o Programa Raul Gil atende aos pedidos dos fãs e familiares e reapresenta com exclusividade o quadro Homenagem ao Artista com Felipe e Falcão.

Felipe e Falcão

A dupla Felipe e Falcão é autora de grandes sucessos sertanejos. “Que pescar que nada”, conhecida na voz de Bruno e Marrone é um exemplo.
No programa do dia 26 de julho, a Homenagem ao Artista foi dedicada à essa dupla, que além de empolgar a galera com composições, dão um show de animação no palco.
O trabalho de Felipe e Falcão é reconhecido pelos seus fãs e por nomes importantes da música sertaneja. “Eles são um grande sucesso na música sertaneja, o Brasil todo canta com vocês”, afirmou Teodoro.

Confira quem esteve no palco para homenagear a dupla:

Cristian FernandesO saco ficou de fora (João Gonçalves / José Teixeira)
Deivison e RômuloFoi Deus (Edson / Bruno /Felipe)
Nathália BiancaQue pena (Zequinha Rodrigues / Tivas)
Os BorrachinasQue pescar que nada (Bruno / Felipe / Vinícius)
Pai e FilhoHoje não é nosso dia (Zezé di Camargo / Fátima Leão)

Conheça um pouco mais sobre a história de Felipe e Falcão:
(Por Matheus Colen)

Marcelo e Antonio estão na estrada há quase 25 anos. Juntos eles formam uma das duplas de maior prestígio na música sertaneja.

Nascidos em Goiás, “Felipe e Falcão” venceram obstáculos para atingir o sucesso.
Unidos por uma grande amizade e sem nunca pensar em separação, “Felipe e Falcão” fazem centenas de shows por todo o Brasil.

O sucesso dessa dupla é a prova do que uma verdadeira amizade é capaz.
Marcelo Moraes nasceu no Sul de Goiás e começou a se interessar pela música quando ainda estava no colégio. Aos 12 anos, ele já cantava no grupo escolar.

Antes de conhecer seu parceiro, Felipe ganhava o sustento trabalhando como verdureiro e caminhoneiro, e nas horas vagas soltava a voz.
Sempre envolvido com música, Felipe cantou muito na noite goiana e participou de diversos festivais.

Foi num desses concursos que ele conheceu o parceiro Falcão e a amizade não demorou a acontecer.

Estava formada a dupla que mais tarde faria sucesso em todo o Brasil!

Antônio Ribeiro nasceu na cidade de Morrinhos, em Goiás. Antes de entrar definitivamente no mundo da música, Falcão tinha outra profissão. Formado em jornalismo, ele era apresentador da TV regional de Goiás.

E, para a alegria do público, a voz grave que dava as notícias começou a cantar e nunca mais parou!
Em 1983, Falcão era o apresentador de um festival de música e foi lá que conheceu o parceiro Felipe.

Com a amizade selada, eles começaram a cantar juntos sem pretensão de fazer sucesso.

Na casa de Felipe, eles interpretavam os sucessos de “Tião Carreiro”.
Após travarem amizade no concurso, Marcelo e Antonio passaram a cantar juntos na casa de Marcelo.

Com o incentivo dos amigos, eles formaram a dupla e gravaram o primeiro álbum em 1985.

O disco teve boa aceitação e eles receberam um convite para gravar o segundo disco em São Paulo.

Lançado em 87 este álbum projetou “Felipe e Falcão” rumo ao sucesso.
Músicas como “Que pena” e “Homem tem que ter mulher” ajudaram o álbum a vender mais de 300 mil cópias.

Depois deste trabalho “Felipe e Falcão” viram sua agenda lotada de shows e viajaram por todo o país.
Além de bons intérpretes, uma dupla sertaneja precisa ter boas letras e Felipe é um compositor de mão cheia.

Muitas composições de Felipe fizeram sucesso com grandes nomes da nossa música, como Zezé di Camargo e Luciano, Daniel, Guilherme e Santiago e Alexandre Pires.
Nestes 20 e poucos anos de estrada, Felipe e Falcão rodaram todo o Brasil cantando o melhor da música goiana.

Já são 14 CD’s e 2 DVD’s lançados. Eles já ganharam diversos Discos de Ouro e, se depender da união e da amizade, Felipe e Falcão irão muito mais longe!

Não perca essa chance de rever a trajetória de Falcão no próximo sábado, a partir das 13h45 na Band.

Raul Gil recebe ícone dos anos 80

O cantor Ritchie se emocionou na homenagem ao artista do programa Raul Gil

O cantor Ritchie se emocionou na homenagem ao artista do programa Raul Gil

Sucesso do rock and roll nacional na década de oitenta, Ritchie agitou o palco de Raul Gil numa bela homenagem ao artista. Nascido na Inglaterra em 1952, Ritchie veio para o Brasil depois de conhecer Rita Lee e Os Mutantes em Londres. A roqueira convenceu o músico inglês a tentar carreira no Brasil e Ritchie se apaixonou pelo nosso país. O primeiro hit do cantor foi a música “Menina Veneno” e vendeu quase um milhão de cópias.

No Programa Raul Gil, Ritchie contou detalhes dessa história, ouviu depoimentos emocionantes de amigos e familiares e se impressionou com a qualidade vocal dos talentos revelados por Raul Gil: “É fácil fazer o cover de um artista, difícil é imprimir personalidade na canção. E os seus cantores aqui, se esmeraram.”, pontuou o cantor inglês.

Confira quem cantou para Ritchie e ouça a original pelo 4shared.

Rafael Augusto – A vida tem dessas coisas

http://www.4shared.com/embed/25776807/5bdeddc0
Felipe Haniel – Casanova

http://www.4shared.com/embed/15188279/c4e9e7ca

Pai e Filho – Menina Veneno

http://www.4shared.com/embed/87482054/3c4a564e

André Leonno – Transas

http://www.4shared.com/embed/10519869/ac603bf8

Foto: Divulgação
As Irmãs Galvão no palco do programa Raul Gil
As Irmãs Galvão no palco do programa Raul Gil

Raul Gil |12/09 sab 13h45 | Band – Variedades |

O programa Raul Gil deste sábado está imperdível. O apresentador traz ao palco as Irmãs Galvão, que são as convidadas do quadro “Homenagem ao Artista”.

Donas de uma carreira que já ultrapassa os cinquenta anos de sucessos, elas começaram a cantar ainda na infância, com cinco anos de idade. Não demorou para conquistarem o carinho de todos da região em que moravam e foram muito incentivadas a se mudar para São Paulo em busca do sucesso.

“As Galvão” nasceram no interior do estado e aprenderam cedo a importância da música. Mary e Marilene são filhas de um casal de artesãos que gostavam de cantar para alegrar a vida. ´Seu Bertoldo´ e ´Dona Maria´ organizavam festas e serestas na cidade de Sapesal, e as filhas se identificaram rapidamente com a alegria que acompanhava esses encontros.

Elas já percorreram quase todo o território nacional levando o melhor da música de raiz. E o trabalho dessas irmãs já foi reconhecido com inúmeros prêmios. Atualmente, formam a dupla feminina mais antiga ainda em atividade, defendendo há mais de 50 anos o valor da cultura caipira. Veja esta emocionante homenagem no sábado, às 13h45, na Band.


Veja os últimos homenageados

05/09/2009
Pery Ribeiro

Pery Ribeiro não conteve a emoção no palco de Raul Gil ao receber uma linda Homenagem ao Artista. É muito bom receber esse tipo de homenagem em vida, pontuou um dos grandes nomes da música brasileira.

Com uma extensa discografia, Pery Ribeiro é um artista de respaldo internacional e morou diversos anos nos EUA e México. Filho da inesquecível Dalva de Oliveira e do grande cantor e compositor Herivelto Martins, Pery possui mais de quinze álbuns dedicados à Bossa Nova.

No Programa Raul Gil ele se entusiasmou com os seus maiores sucessos interpretados pelos talentos revelados no programa.

Pery Ribeiro

Pery Ribeiro não conteve a emoção no palco de Raul Gil ao receber uma linda Homenagem ao Artista. ‘É muito bom receber esse tipo de homenagem em vida’ pontuou um dos grandes nomes da música brasileira.

Com uma extensa discografia, Pery Ribeiro é um artista de respaldo internacional e morou diversos anos nos EUA e México. Filho da inesquecível Dalva de Oliveira e do grande cantor e compositor Herivelto Martins, Pery possui mais de quinze álbuns dedicados à Bossa Nova.

No Programa Raul Gil ele se entusiasmou com os seus maiores sucessos interpretados pelos talentos revelados no programa.

Rafael Augusto Caminhemos
Stéfani Máscara Negra / Bandeira Branca
Felipe HanielBarquinho / Você
Caio MesquitaGarota de Ipanema
André Leonno Laura

Confira um pouco mais da história de Pery Ribeiro (Por Matheus Colen)

Pery Ribeiro é um artista de respaldo internacional. Filho da rainha do rádio ‘Dalva de Oliveira’ com o cantor e compositor ‘Herivelto Martins’, Pery teve um inevitável envolvimento com a música desde a infância. Com cerca de cinco anos de idade, ele grava ao lado da mãe uma participação no longa metragem ‘Branca de Neve’, um clássico da Disney.

Ainda nessa época o pequeno Pery atua num filme inacabado de um dos nomes mais importantes do cinema americano. Orson Welles. E no início da carreira adulta ele dá início a uma gloriosa carreira musical.

Na época em que trabalhava como ‘camera-man’ na TV Tupi, Pery é convidado para sua primeira apresentação na Rádio Nacional e adota o nome artístico de ‘Pery Ribeiro’. A estréia como compositor se deu em 1960 com a gravação da música ‘Não devo insistir’ na voz de Dalva de Oliveira.

Dono de uma personalidade musical singular, Pery Ribeiro desenvolveu um grande apreço pela bossa nova. Em sua discografia constam 32 títulos, sendo quinze deles dedicados ao ritmo imortalizado pelo violão de João Gilberto.

O primeiro LP de Pery Ribeiro foi lançado em 1962, mas foi somente no ano seguinte que ele registrou um grande feito. No álbum ‘Pery é todo Bossa’ ele faz a primeira gravação do maior sucesso da Bossa Nova: a mundialmente conhecida ‘Garota de Ipanema’.

Durante os anos 60, Pery alcançou grande sucesso ao lado de Leny Andrade e do grupo ‘Bossa Três’, apresentando o show ‘Gêmini V’. Nessa época ele também participou de mais alguns filmes, atuando ao lado de nomes como Jerry Adriani e Mazaroppi.

A carreira internacional teve início em 1967, com uma temporada do show ‘Gêmini V’ no México. Ele também morou por quatro anos nos Estados Unidos e subiu ao palco ao lado de grandes nomes da música internacional.

As turnês pela Europa são freqüentes e Pery marca gloriosa presença nos festivais de jazz mais importantes do mundo.


29/08/2009
Martinha

Programa Raul Gil relembra a carreira da cantora Martinha
Foto: Divulgação

Martinha canta no palco do programa Raul Gil
Raul Gil traz ao palco a cantora e compositora Martinha, que é a convidada do quadro “Homenagem ao Artista”.

Com passagem de destaque na Jovem Guarda nos anos 60, Martinha tem mais de 20 discos gravados em 40 anos de carreira. Seu maior sucesso é o clássico “Eu daria a minha vida”, interpretado posteriormente pelo rei Roberto Carlos.

Martinha

Mais uma vez o palco de Raul Gil foi tomado pelo espírito da Jovem Guarda com uma linda Homenagem ao Artista para Martinha.

Cantora e compositora de muito talento desde os cinco anos de idade, Martinha entrou na Jovem Guarda no início do movimento que tomou conta do país.

Roberto Carlos foi para Belo Horizonte com seu show e a mãe de Martinha tratou de arranjar um teste para ela com o Rei. E ele adorou! Na semana seguinte ela fazia a primeira apresentação na Jovem Guarda.

Para relembrar essa linda trajetória, Martinha assistiu depoimentos dos amigos e familiares que a acompanharam nessa estrada. E se emocionou com as interpretações de seus sucessos.

Confira as músicas interpretadas nessa Homenagem.

GeisilaineEu daria a Minha Vida
Stéfani Barra Limpa
André Leonno Pouco a Pouco

Saiba mais sobre Martinha (Por Matheus Colen)

Nascida em Belo Horizonte, Marta Vieira Figueiredo da Cunha, deixou de lado o jeitinho mineiro de ser e se tornou sucesso em todo o país. Considerada uma das figuras mais marcantes da Jovem Guarda, Martinha teve envolvimento com a música desde a infância e desenvolveu um grande talento.

Aos cinco anos de idade ela iniciou os estudos de piano e mais tarde aprendeu a tocar violão. Foi nas rodas de amigos e reuniões de família que Martinha encontrou os primeiros fãs.

Apesar de sonhar em ser médica, Martinha recebeu grande incentivo para entrar na carreira artística. Na primeira chance que teve, Dona Ruth tratou de arranjar um teste para a filha.

A Jovem Guarda estava no auge. Roberto Carlos foi fazer um show em Belo Horizonte e se surpreendeu com o talento da cantora. O Rei gostou da voz de Martinha e a convidou para participar da Jovem Guarda. Na primeira apresentação ela ganhou o apelido de ‘Queijinho de Minas’, cantou uma música de autoria própria e conquistou o público.

Martinha gravou o primeiro compacto em 1966 e emplacou diversos hits durante a carreira. Ela é considerada uma compositora de muito talento e já teve suas canções gravadas por diversos artistas de nossa música, do romântico ao sertanejo.

Martinha também teve reconhecimento internacional e trabalhou algum tempo na Espanha. Nessa época ela produziu o primeiro disco de Julio Iglesias lançado no Brasil. Instrumentista, cantora e compositora renomada, Martinha gravou seu nome com muito mérito na história da MPB.


08/08/2009

Calcinha Preta

Raul Gil traz ao palco a banda “Calcinha Preta”, fenômeno no forró eletrônico. Eles são os convidados do quadro “Homenagem ao Artista”.

Calcinha Preta

Sucesso em todo o país, o grupo Calcinha Preta esteve no Programa Raul Gil para receber uma linda Homenagem ao Artista. Representada pelos seis vocalistas, a banda foi muito elogiada nos depoimentos dos artistas. Frank Aguiar, Tatau, Fernando e Sorocaba, Beto Barbosa e Layrton dos teclados não economizaram adjetivos ao pessoal do Calcinha.

Ao ouvirem os talentos revelados no Programa Raul Gil, os integrantes do grupo não ficaram parados e fizeram uma grande festa, botando todo o auditório pra dançar. Com Felipe Haniel a alegria foi geral. No final do musical, Haniel recebeu um grande elogio:

“Nós do Calcinha Preta nos rendemos ao seu talento” – disse Silvania.

Apesar de toda essa festa, a emoção tomou conta de cada um deles durante os depoimentos dos familiares.

Confira quais músicas foram interpretadas nessa homenagem.

GeisilaineE o vento levou
Cristian FernandesPensão Alimentícia
Felipe Haniel Cobertor
Pai e Filho Leilão

Saiba mais sobre Calcinha Preta. (Por Matheus Colen)

Durante a década de 90, o forró nordestino passou por uma verdadeira transformação. O estilo ganhou novos instrumentos e se diferenciou da raiz ‘pé de serra’, trilhando um caminho totalmente novo e repleto de alegria. E na liderança desse movimento está a banda ‘Calcinha Preta’.

O grupo se formou no ano de 1993 em Aracajú. O primeiro álbum foi lançado de maneira independente em 1995 e vendeu mais de 100 mil cópias. Uma das músicas do disco falava sobre um colecionador de calcinhas, e o sucesso batizou o grupo.

Atualmente o ‘Calcinha Preta’ conta com seis vocalistas. Silvania Aquino, Ana Gouveia, Bell Oliver, Marlus Vianna, Michele Menezes e Paulinha Abelha dão um verdadeiro show no palco.

Um dos pontos fortes do grupo está nas apresentações. Eles contam com uma grande estrutura de palco, iluminação e cenografia. Sem falar na equipe de músicos e bailarinos que os acompanham nas turnês.

O primeiro disco de ouro veio logo no terceiro álbum, mas foi com o quarto trabalho que eles decolaram! O sucesso do disco ‘A moçada é só filé’ foi estrondoso e turbinou a rotina de shows do grupo. A projeção nacional veio no ano 2000 impulsionada pelo hit ‘Cobertor’ e pelas apresentações na televisão.

O grupo ‘Calcinha Preta’ foi pioneiro em seu gênero e conquistou milhares de fãs. Na gravação do primeiro DVD compareceram mais de 100 mil corações apaixonados. Durante os quase 15 anos de estrada, o ‘Calcinha Preta’ levou um grande espetáculo para os quatro cantos do país e até para o exterior.

Donos de uma extensa discografia, eles já venderam mais de 3 milhões de cópias e conquistou o carinho de todo o Brasil.


01/08/2009
Régis Danese

Régis Danese é o homenageado da vez no programa Raul Gil

Foto: Rodrigo Belentani
Régis Danese recebe prêmio das mãos do apresentador

Régis Danese recebe prêmio das mãos do apresentador

Raul Gil traz ao palco o fenômeno gospel Régis Danese, que é o convidado do quadro “Homenagem ao Artista”.

Nascido na cidade de Passos, em Minas Gerais, Régis sempre teve envolvimento com a música. Seu primeiro trabalho profissional aconteceu na adolescência, com a dupla Régis e Raí. Ele ainda teve uma passagem na década de 90 no grupo de pagode Só Pra Contrariar, onde fazia o “backing vocal” da banda.

Hoje, após três discos solos gravados, o cantor já vendeu mais de um milhão de cópias do álbum “Compromisso”.

Regis Danese

Mais um cantor que está dando o que falar no meio Gospel marcou presença no palco do Programa Raul Gil para receber uma linda Homenagem Ao Artista. Régis Danese teve envolvimento com a música desde a infância. Além de um ótimo músico, ele é reconhecido como um grande compositor e já emplacou diversos sucessos nas vozes de grandes intérpretes.

Regis conferiu de perto as novas roupagens para seus sucessos interpretados por Gabriela Rocha, Elias dos Santos, Coral Friends e André Leonno.

No palco de Raul Gil, ele ouviu os depoimentos de grandes amigos e se emocionou com os familiares. Ao final do quadro, Regis cantou o hit ‘Faz um milagre em mim’ e contou com a presença da esposa e dos dois filhos.

Confira um pouco mais sobre a trajetória de Régis Danese
(Por Matheus Colen)

Cada vez mais a música gospel ganha espaço no mercado fonográfico impulsionada pelo talento de grandes artistas. As canções de louvor e adoração de Régis Danese já venderam milhares de discos e levaram belas mensagens para todo o Brasil.

Nascido na cidade de Passos, em Minas Gerais, Régis sempre teve envolvimento com a música. Os estudos começaram ainda na infância e ele teve a oportunidade de desenvolver um grande talento.

O primeiro trabalho profissional de Régis Danese aconteceu ainda na adolescência. A dupla ‘Régis e Raí’ fez diversos shows e chegou a lançar um disco por uma grande gravadora. Além de cantor ele também é um grande compositor. Suas letras ganharam vida nas vozes de artistas conhecidos nacionalmente.

No início dos anos noventa, Regis Danese recebe um convite para integrar o ‘backing vocal’ do grupo de pagode ‘Só Pra Contrariar’. Ao lado de um grande time, ele emplaca mais músicas nas paradas de sucesso.

Durante a trajetória musical no mercado secular, Regis Danese colheu belos frutos com o seu trabalho e obteve reconhecimento em todo o país. Enquanto tudo ia bem no aspecto profissional, a vida pessoal de Regis enfrentava grandes problemas.

Seguindo o conselho de um amigo, ele encontra todo o apoio que precisava nos ensinamentos de Cristo e torna-se evangélico. Três anos após sua conversão Regis Danese grava de maneira independente o primeiro álbum de música gospel. O trabalho conquista o público de imediato, o disco ganha destaque e Regis recebe duas indicações para o troféu talento em 2005.

Com três discos gravados, Régis Danese emplacou belas mensagens nas paradas de sucesso. O álbum compromisso já vendeu mais de um milhão de cópias impulsionado pelo hit ‘Faz um milagre em mim’.


A Nossa Homenagem ao Artista
Veja Outros Homenageados
05/09/2009 Pery Ribeiro
29/08/2009 Martinha
08/08/2009 Calcinha Preta
01/08/2009 Regis Danese
25/07/2009 Inezita Barroso
11/07/2009 Os Vips
04/07/2009 Lazaro
13/06/2009 Paralamas do Sucesso
30/06/2009 Jeito Moleque
23/05/2009 Maurício Manieri
16/05/2009 Genival Lacerda
09/05/2009 Tom Zé
02/05/2009 Agnaldo Timóteo
18/04/2009 Harmonia do Samba
11/04/2009 Cauby Peixoto
04/04/2009 Padre Fábio de Mello
21/03/2009 Chico Rey e Paraná
14/03/2009 Altemar Dutra
07/03/2009 Biquini Cavadão
28/02/2008 Neguinho da Beija-Flor
07/01/2009 Netinho