Arquivo da categoria ‘Tv Cultura’


Tv Cultura – SP – Grade de Programação de quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012
Programação Tv Cultura

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

06:00 – Tecendo o Saber
06:30 – Novo Telecurso Ensino Fundamental
06:45 – Novo Telecurso Ensino Médio
07:00 – Telecurso TEC
07:15 – Telecurso Profissionalizante
07:30 – Tamanho Família
08:15 – Pocoyo
08:30 – Castelo Rá Tim Bum
09:00 – Quintal da Cultura
11:00 – Bob, o construtor
11:30 – Arthur
11:45 – Cocoricó
12:00 – Os Camundongos Aventureiros
12:30 – Jakers! As aventuras de Piggley Wink
13:00 – Os Sete Monstrinhos
13:20 – Shaun, o Carneiro
13:30 – Cyberchase
14:00 – Doug
14:30 – Quintal da Cultura

17:25 – Matinê Cultura – As Aventuras de Dora na Floresta Encantada
As Aventuras de Dora na Floresta Encantada
Esta edição da Matinê Cultura traz a animação As Aventuras de Dora na Floresta Encantada. Trata-se de um especial em que a personagem visita uma floresta encantada para ajudar o Unicórnio a provar que ele tem o que é preciso para ser um bom rei. Mas essa tarefa não será fácil, já que a Coruja assumiu o reino e criou novas regras.

Ficha Técnica
Direção: George S. Chialtas e Allan Jacobsen
Ano: 2011
Origem: Estados Unidos
Duração: 60 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre

18:45 – O Mundo de Beakman
19:15 – Pé na Rua
19:25 – Deu Paula na TV
19:30 – Inglês com Música – Pretty Woman – Roy Orbison
19:45 – Woohoo News
19:55 – Deu Paula na TV
20:00 – Pé na Rua
20:10 – Metrópolis

20:40 – Cultura Retrô – Coronelismo
Coronelismo
O tema desta edição é Coronelismo, sistema político controlado por ricos fazendeiros no inicio da República brasileira. E para falar sobre o assunto, o Retrô entrevista o neto e sucessor de Antônio Carlos Magalhães, ACM Neto. O falecido senador era conhecido por uns como ‘Toninho Ternura’ e por outros como ‘Toninho Malvadeza’. Veja também trechos de documentários e programas, como as edições históricas do Provocações, Roda Viva, Telecurso e Ensaio sobre o assunto.

21:10 – Jornal da Cultura

22:00 – Sr. Brasil – Alcione
Alcione
Rolando Boldrin recebe aclamada cantora no palco do Sr. Brasil.

23:00 – Cultura Documentários – Spam: o Documentário
Spam: o Documentário
Spam: o Documentário é uma abordagem divertida e perspicaz da cultura global do spam – uma das invenções mais aborrecidas e daninhas do século 20, uma praga que atinge a nós todos. Se você usa correio eletrônico provavelmente recebe spams.

O diretor, David Manning, quer melhorar a saúde, mas não quer fazer dieta, nem exercícios, e nada que dê muito trabalho. Mas Dave usa a internet – como milhões de pessoas no planeta. E todos os dias Dave recebe um email caloroso de alguém que se oferece para ajudá-lo a melhorar. E se Dave fizesse um desses negócios assombrosos ou socorresse essas pessoas menos afortunadas que pedem sua ajuda? Pensem em como ele iria melhorar! Por isso Dave vai entrar na toca do coelho da história e responder esse monte de emails não solicitados que parecem ser pessoalmente endereçados a ele. Mas o que é exatamente um spam? De onde vem? Quem manda? Para chegar ao fundo de um dos aspectos mais irritantes da internet, Dave entra no Hormel, encontra Terry Jones, do Monty Python, vai à sala de controle secreta do AOL, fala com o primeiro anti-spammer do mundo, descobre como funciona o cyber forensics, tenta encontrar um spammer e descobre a ameaça real que o spam apresenta. Oh, e tenta melhorar sua vida.

Título Original: Spam: The Documentary
Direção: David Manning
Ano: 2006
Origem: Canadá
Duração: 47 min.
Colorido
Classificação Indicativa: 12 anos

00:00 – Roda Viva – Laerte Coutinho
Laerte Coutinho
No centro do programa, Laerte falará, entre outros assuntos, sobre quadrinhos, humor e carreira. Outro tema é o crossdressing. O cartunista, que passou a se vestir como mulher, recentemente figurou nos jornais quando decidiu acionar a Justiça contra uma pizzaria que tentou impedi-lo de usar o banheiro feminino.

Apresentado pelo jornalista Mario Sergio Conti, o Roda Viva traz para a bancada Caco Galhardo e Angeli, ambos cartunistas, Paulo Ramos (professor de Letras da Universidade Federal de São Paulo), Anna Veronica Mautner (psicanalista) e Milly Lacombe (escritora e colunista da Revista TPM).
Anúncios
Tv Cultura – SP – Grade de Programação de quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012
Programação Tv Cultura

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012
06:00 – Tecendo o Saber
06:30 – Novo Telecurso Ensino Fundamental
06:45 – Novo Telecurso Ensino Médio
07:00 – Telecurso TEC
07:15 – Telecurso Profissionalizante
07:30 – Tamanho Família
08:15 – Pocoyo
08:30 – Castelo Rá Tim Bum
09:00 – Quintal da Cultura
11:00 – Bob, o construtor
11:30 – Arthur
11:45 – Cocoricó
12:00 – Os Camundongos Aventureiros
12:30 – Jakers! As aventuras de Piggley Wink
13:00 – Os Sete Monstrinhos
13:20 – Shaun, o Carneiro
13:30 – Cyberchase
14:00 – Doug
14:30 – Quintal da Cultura

17:25 – Matinê Cultura – Os Thornberrys – A Origem de Donnie
Os Thornberrys - A Origem de Donnie
Os Thornberrys estão se preparando para o aniversário de Donnie quando acontece um problema atrás do outro. A Vovó Sophie decide fazer uma visita justamente no dia em que Nigel e Marianne têm que filmar um orangotango selvagem ou a verba que eles recebem será cortada. Não é uma tarefa fácil, já que caçadores estão rondando a área e Marianne quebrou o braço descendo uma montanha. E para dificultar ainda mais as coisas, Donnie foge para a floresta quando Eliza briga com ele. Eliza e Darwin então vão à procura dele.

Título original: Os Thornberrys – A Origem de Donnie
Direção: Dean Criswell / Carol Millican / Ron Noble / Joseph Scott
Ano: 2001
Origem: Estados Unidos
Duração: 97 min.
Colorido
Classificação indicativa: livre

18:45 – O Mundo de Beakman
19:15 – Pé na Rua
19:25 – Deu Paula na TV
19:30 – Inglês com Música – A música desta semana é Pretty Woman do Roy Orbison, trilha sonora do filme Uma Linda Mulher.

19:45 – Woohoo News
19:50 – Deu Paula na TV
19:55 – Pé na Rua
20:05 – Metrópolis
20:30 – Grandes Momentos do Esporte
20:55 – Jornal da Cultura

21:40 – Mostra Internacional de Cinema na Cultura – A Alegria de Emma
A Alegria de Emma
Após receber a pior notícia de sua vida, um homem desesperado decide fugir de tudo, rumo ao lugar mais bonito do mundo: o México. Quando ele acidentalmente aterriza na fazenda de Emma, se dá conta de que a felicidade verdadeira pode estar logo após a próxima curva.

Ficha Técnica
Gênero: Drama / Romance
Título original: Emmas Glück
Diretor: Sven Taddicken
Ano: 2006
País de origem: Alemanha
Duração: 96 minutos
Colorido
Classificação indicativa: 16 anos

23:30 – Cultura Documentários – Mangueira Documental
Mangueira Documental
Geralmente confundidos num desfile de escola de samba e misturados como se fossem um único e compacto espetáculo de beleza em que apenas especialistas conseguem diferenciar e esclarecer, a evolução, as fantasias, as alegorias, a bateria e os demais quesitos a serem julgados, de uma agremiação como a Mangueira, são produzidos quase como um capítulo à parte em meio a agitação da preparação de um desfile. Esse documentário mostra as peculiaridades de cada uma dessas etapas, e de quanto elas são preparadas em comunhão para o momento maior das cores e graça da comunidade na Marquês de Sapucaí, e como a escola evolui na avenida.

Título Original: Mangueira Documental
Direção: Marco Altberg
Ano: 2000
Origem: Brasil
Duração: 52 min.
Colorido / PB

00:30 – Manos e Minas – Samba da Vela
Samba da Vela
No programa, os convidados são os músicos do Samba da Vela. Você verá também reportagens sobre o Bar do Timaia, o bar do integrante do Berço do Samba de São Matheus. Max BO acompanha o DJ Nuts a um sebo de discos, para mostrar raridades ao DJ americano JROCC. Nosso colunista Alessandro Buzo foi visitar a escola de Samba Estrela do 3º Milênio


Tv Cultura – SP – Grade de Programação de terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Programação Tv Cultura

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

06:00 – Tecendo o Saber
06:30 – Novo Telecurso Ensino Fundamental
06:45 – Novo Telecurso Ensino Médio
07:00 – Telecurso TEC
07:15 – Telecurso Profissionalizante
07:30 – Tamanho Família
08:15 – Pocoyo
08:30 – Castelo Rá Tim Bum
09:00 – Quintal da Cultura
11:00 – Bob, o construtor
11:30 – Arthur
11:45 – Cocoricó
12:00 – Os Camundongos Aventureiros
12:30 – Jakers! As aventuras de Piggley Wink
13:00 – Os Sete Monstrinhos
13:20 – Shaun, o Carneiro
13:30 – Cyberchase
14:00 – Doug
14:30 – Quintal da Cultura

17:25 – Matinê Cultura – Ginger: Acampamento Caprice
Ginger: Acampamento Caprice
Férias de verão. Ginger, Dodie e Macie vão ao tradicional acampamento Caprice, onde elas encontram algumas “surpresas”. Ginger pode se apaixonar, e conflitos inesperados parecem surgir de todos os lados. Inclusive do acampamento do outro lado do rio.

Ficha Técnica
Gênero: Infanto-juvenil / Animação
Título original: As Told By Ginger – Summer of Camp Caprice
Diretor: Mark Risley e Ron Noble
Ano: 2001
País de origem: Estados Unidos
Duração: 67 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre

18:45 – O Mundo de Beakman
19:15 – Pé na Rua
19:25 – Deu Paula na TV
19:30 – Inglês com Música – Pretty Woman – Roy Orbison

19:45 – Woohoo News
19:55 – Deu Paula na TV
20:00 – Pé na Rua
20:10 – Metrópolis
20:40 – Vitrine – Reapresentação das melhores matérias de 2011
Reapresentação das melhores matérias de 2011
No programa de hoje você verá matérias sobre trilhas de games, locadoras na web, site Bougue, volta ao mundo de bike e uma entrevista com o Selton Mello.

21:10 – Jornal da Cultura
22:00 – Cartão Verde

23:00 – Provocações – Luisa Marilac
Luisa Marilac
“Sou um ser humano como outro qualquer”. É com essa afirmação que a convidada do Provocações se define.

Luisa Marilac, o travesti que ficou famoso por conta de vídeos postados no Youtube vem ao Provocações para contar suas histórias de vida.

“Aos oito anos, eu já gostava de brincar de boneca”, responde Luisa quando perguntada sobre a descoberta de sua sexualidade. Conta ainda sobre quando se travestiu pela primeira vez e a origem de seu nome, que nada tem a ver com a santa: “uma amiga dela [da mãe de Luisa] de nome Luisa Marilac me deu minha primeira roupa de mulher e tornou-se uma grande amiga.”

Depois de publicar na internet um vídeo para o ex-namorado, no qual falava sobre sua situação na Europa, tornou-se uma celebridade da noite para o dia, e já acumula mais de um milhão de acessos no Youtube. Mas revela “no início não foi fácil, só ouvia críticas muito duras.”

Na entrevista, Luisa fala sobre os diferentes preconceitos que sofrem os transexuais no Brasil e na Europa. Ressalta que “a violência no Brasil é muito grande com relação a nós”, e ainda conta como sentiu na pele a discriminação: “tomei sete facadas, perdi um pulmão. Tenho cicatrizes no corpo e na alma que nunca vão passar”.

Mas apesar de tudo isso, defende seu estilo de vida: “eu não tenho vergonha nem medo de ser o que sou.”

Abujamra lê poema de Walt Whitman.

23:30 – Cultura Documentários – Fotógrafo de Guerra
Fotógrafo de Guerra
O mote é de Robert Capa, fotógrafo de guerra: “Se suas fotografias não ficaram boas, foi por que você não se aproximou suficientemente.” O fotógrafo de guerra James Nachtwey chegou bem perto durante vinte anos. O Diretor Christian Frei o acompanhou durante dois anos. Nachtwey está em Kosovo quando as casas ainda ardem; na Indonésia, onde uma família de mendigos vive entre as linhas de trem; e na Palestina, entre o gás lacrimogêneo e os jovens que apedrejam. O espectador tem uma perspectiva única do trabalho de Nachtwey, graças à câmera de cinema em miniatura de Frei anexada à câmera fotográfica de Nachtwey. O espectador pode ver e refletir enquanto as fotos são tiradas, ouvindo a respiração de Nachtwey. O espectador torna-se a câmera. A diferença do ângulo da câmera de Frei, alguns metros atrás de Nachtwey, é uma das maneiras como o filme e a fotografia são comparados. Além das atividades de Nachtwey, Frei mostra amplamente as imagens comoventes que delas resultam.

Nas entrevistas, colegas descrevem a personalidade notável de Nachtwey. Christiane Amanpour, da CNN, diz que ele é um solitário obstinado. A calma e a circunspecção de Nachtwey, bastante raras num fotógrafo de guerra, reflete a confiança interior e a convicção que o pemitem perseverar nesse trabalho penoso. Ele fala pausadamente, sem nenhum cinismo e não bebe com os colegas. Na sua casa, o cabelo grisalho lhe dá o aspecto de um professor aposentado, mas logo em seguida ele já se encontra em plena zona de guerra. Suas fotografias não são um objetivo, mas um meio. No fim, o fotógrafo de guerra é um fotógrafo antiguerra.

Título Original: War Photographer
Direção: Christian Frei
Ano: 2001
Origem: Suíça
Duração: 53 min.
Colorido
Classificação Indicativa: 18 anos

00:30 – Ensaio – Monobloco
Monobloco
Neste programa, Fernando Faro recebe o grupo Monobloco. Pedro Luís, um dos líderes da banda, fala sobre a revitalização do carnaval de rua do Rio de Janeiro, que ganhou força graças ao trabalho do Monobloco. No último carnaval, calculam terem levado mais de 200 mil pessoas às ruas. Falam também sobre as oficinas que são ministradas na sede do grupo, onde formam cerca de 120 batuqueiros ao ano. Influenciados por Jorge Ben Jor, Tim Maia, Steve Wonder, o grupo mistura várias vertentes em seu trabalho percussivo. O elenco do Monobloco é variável e composto por mais de 20 pessoas, que vão se revezando nas apresentações. Neste Ensaio, 14 estão no palco.

Twitter.com/tiosamnews

Tv Cultura – SP – Grade de Programação de segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012
Programação Tv Cultura

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

06:00 – Tecendo o Saber
06:30 – Novo Telecurso Ensino Fundamental
06:45 – Novo Telecurso Ensino Médio
07:00 – Telecurso TEC
07:15 – Telecurso Profissionalizante
07:30 – Tamanho Família
08:15 – Pocoyo
08:30 – Castelo Rá Tim Bum
09:00 – Quintal da Cultura
11:00 – Bob, o construtor
11:30 – Arthur
11:45 – Cocoricó
12:00 – Os Camundongos Aventureiros
12:30 – Jakers! As aventuras de Piggley Wink
13:00 – Os Sete Monstrinhos
13:20 – Shaun, o Carneiro
13:30 – Cyberchase
14:00 – Doug
14:30 – Quintal da Cultura

17:25 – Matinê Cultura – Os Amigos do Sunny Patch da Miss Spider / Juro que Vi: O Curupira / Juro que Vi: Matinta Perera
Os Amigos do Sunny Patch da Miss Spider / Juro que Vi: O Curupira / Juro que Vi: Matinta Perera
Os Amigos do Sunny Patch da Miss Spider – O Príncipe, a Princesa e a Abelha

O Bosque do Sol está tomado pela febre real. Uma nova princesa pôs ovos na colméia – a Princesa Mel. Insetos vêm voando ou pulando de toda a parte para visitar a nova princesa. Uma Princesa Besouro fala a Jóia a respeito da princesa do Vale dos Cogumelos que está desaparecida. Todos os anos o Rei Rigel e a Rainha Safira, dos Besouros-Jóias, oferecem um grande baile no Vale dos Cogumelos na esperança de encontrar a filha perdida. Jóia diz que ela foi adotada e que é um besouro perdido. Ela seria a princesa desaparecida? É o que Jóia realmente espera. Tudo o que ela tem a fazer é ir ao Vale dos Cogumelos e passar por um teste para ser aprovada.

Ficha Técnica
Gênero: Animação
Título Original: Miss Spider’s Sunny Patch Friends – The Prince, the Princess and the Bee
Produção: Nelvana Productions
Direção: Neil Affleck
Ano: 2006
País: Canadá e EUA
Duração: 48 minutos
Classificação Indicativa: Livre

Juro que Vi: O Curupira

Animação conta a lenda brasileira do Curupira.

Ficha Técnica
Gênero: Animação
Título Original: Juro que Vi: O Curupira
Produção: Multirio
Direção: Humberto Avelar
Ano: 2003
País: Brasil
Duração: 11 minutos
Classificação indicativa: Livre


Juro que Vi: Matinta Perera

No interior do Brasil, reza a lenda que quando Matinta Perera passa por um vilarejo, e não encontra oferendas, uma tragédia pode acontecer. Uma menina e seu gato acabam, por acaso, descobrindo os mistérios da bruxa Matinta Perera que se transforma em pássaro e que abre conhecimentos sobre um mundo novo e maravilhoso, o que permite a menina suplantar seus medos.

Ficha Técnica
Gênero: animação
Título Original: Matinta Perera
Direção: Humberto Avelar
Ano: 2006
País: Brasil
Duração: 13 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Prêmios:
Melhor Cenografia no Festival de Animação de Gramado 2007
Melhor Trilha Sonora no Festival de Animação de Gramado 2007
The Japan Foundation President’s Prize no Japan Prize 2007
Melhor Filme – Júri Infantil na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis 2007

18:45 – O Mundo de Beakman
19:15 – Pé na Rua
19:25 – Deu Paula na TV
19:30 – Inglês com Música – A música desta semana é Pretty Woman do Roy Orbison, trilha sonora do filme Uma Linda Mulher.
19:45 – Woohoo News
19:55 – Deu Paula na TV
20:00 – Pé na Rua
20:10 – Metrópolis

20:40 – Ponto de Virada – Maurício de Sousa
Maurício de Sousa
Maurício de Sousa nasceu no ano de 1935, em Santa Isabel, região metropolitana de São Paulo. Publicou a primeira tirinha em 1959 no jornal Folha da Manhã, onde trabalhou como repórter policial durante 5 anos.

Em 1970 lançou a primeira revista em quadrinhos, “Mônica”, com tiragem inicial de 200 mil exemplares. Desde então, Maurício já vendeu mais de 1 bilhão de exemplares em cerca de 120 países.

No dia 13 de maio de 2011 tomou posse na Academia Paulista de Letras, tornando-se o primeiro quadrinista a ocupar uma cadeira na instituição.
21:10 – Jornal da Cultura

22:00 – Roda Viva – Laerte Coutinho
Laerte Coutinho
No centro do programa, Laerte deve falar, entre outros assuntos, sobre quadrinhos, humor e carreira. Outro tema é o crossdressing. O cartunista, que passou a se vestir como mulher, recentemente figurou nos jornais quando decidiu acionar a Justiça contra uma pizzaria que tentou impedi-lo de usar o banheiro feminino.

Apresentado pelo jornalista Mario Sergio Conti, o Roda Viva traz para a bancada Caco Galhardo e Angeli, ambos cartunistas, Paulo Ramos (professor de Letras da Universidade Federal de São Paulo), Anna Veronica Mautner (psicanalista) e Milly Lacombe (escritora e colunista da Revista TPM).

23:30 – Cultura Documentários – A História de Kim
A História de Kim
Se há uma fotografia que captou a natureza horrível de guerra do Vietnã, foi aquela de uma menina de nove anos correndo nua numa estrada e chorando por causa das queimaduras de napalm que devoravam sua carne. Lamentavelmente, a foto que comoveu e levou às lágrimas milhões no mundo inteiro e desempenhou um papel importante para o êxito do movimento contra a guerra do Vietnã, fez de Kim Phuc uma figura simbólica que foi usada durante muitos anos pelo governo Vietnamita.

Contando a história de Kim, Shelley Saywell usa pungentemente os noticiários daquela época, quando a menina horrivelmente ferida correu para os jornalistas, pedindo ajuda, que foi dada heroicamente. Ela também filmou os médicos e os jornalistas que garantiram a sobrevivência de Kim, há 25 anos.

A equipe de filmagem de Saywell acompanhou numa odisséia notável ao muro do Memorial do Vietnã, em Washington, como parte das cerimônias do Dia dos Veteranos dos Estados Unidos. Lá, dignitários lutaram para conter as lágrimas quando Kim, que para eles ainda era a menina que o mundo inteiro queria consolar, deixou claro que sua missão era de um perdão amplo.

Título Original: Kim’s Story
Direção: G.S. Jones
Ano: 2006
Origem: Canadá
Duração: 47 min.
Colorido
Classificação Indicativa: Livre

00:30 – Invenção do Contemporâneo – Novas Formas de Subjetivações
Novas Formas de Subjetivações
O mundo globalizado pós-moderno, transformou as relações sociais e colocou a psicanálise diante de um impasse. O modelo vertical de antes, representado pela autoridade paterna ou pela mediação do Estado, perdeu seu lugar e o Édipo, como referência ética, foi colocado em questão. O poder político e as instâncias mediadoras se esvaziaram. Vivemos numa sociedade de risco e do salve-se-quem-puder.

Neste Invenção do Contemporâneo, o psicanalista Joel Birman nos fala do mal estar decorrente desse novo modelo e das novas formas de subjetivação que ele está produzindo.

Que alternativas temos para lidar com essa nova subjetividade? De que forma a psicanálise pode ajudar o homem desbussolado do século XXI?

Twitter.com/tiosamnews

Tv Cultura – SP – Grade de Programação de domingo, 19 de fevereiro de 2012
Programação Tv Cultura

domingo, 19 de fevereiro de 2012

07:00 – Mosaicos – A Arte de Baden Powell

O documentário musical retrata o compositor e violonista fluminense na semana em que ele completaria 70 anos, com participações de Toquinho, Paulo César Pinheiro, Marcel Powell, Marcus Tardelli, Marianna Leporace e Ana Paula Lopes.

No repertório do programa estão todos os grandes sucessos de Baden (1937-2000), desde sua primeira composição gravada – “Samba Triste”, feita em parceria com Billy Blanco – até as músicas que foram consagradas nas vozes de intérpretes como Elis Regina e Elizeth Cardoso. É uma lista interminável de sambas e canções espetaculares: “Canto de Ossanha”, “Samba em Prelúdio”, “Berimbau”, “Tristeza e Solidão” (estas em parceria com Vinicius de Moraes), “Vou Deitar e Rolar (Quaquaraquaquá)”, “Lapinha” e “Refém da Solidão” (estas com Paulo César Pinheiro).


O Mosaicos apresenta também um choro inédito de Baden, “Um Abraço no Trio Elétrico” (dedicado ao instrumentista Armandinho), interpretada pelo filho do compositor, Marcel Powell, que descobriu a música nos arquivo do pai.

Referência musical para gerações diversas de artistas, Baden construiu uma obra que, hoje em dia, ganha vitalidade na interpretação de jovens talentos da música brasileira. O programa apresenta alguns desses artistas. A carioca Marianna Leporace, que acaba de lançar um CD dedicado ao compositor, é atração cantando “Refém da Solidão” e “Apelo”, em duo com Marcel Powell.

Ana Paula Lopes, que é apontada como uma das revelações da nova geração de cantoras brasileiras, interpreta os sambas “Lapinha” e “Consolação”, acompanhada por uma banda formada pelos músicos Paulo Costa (violão), Marcus Klis (baixo), Celso Marques (saxofone), Alê Damasceno (bateria) e Beba Zanettini (piano).

Já Marcus Tardelli, ex-integrante do Quarteto Maogani e um dos mais elogiadas violonistas da atualidade, faz um número solo baseado na composição “Samba Novo”.

08:00 – Missa de Aparecida
09:00 – Viola, Minha Viola – Renato Borghetti

Nasceu em Porto Alegre e na adolescência começou a tocar acordeom e gaita-ponto nos CTGs (Centros de Tradições Gaúchas). Com 20 anos já era um mestre no instrumento, e em 1984 lançou seu primeiro LP, “Renato Borghetti Gaita-ponto”, o primeiro disco instrumental brasileiro a receber um Disco de Ouro, por vender mais de 100 mil cópias, o que representou um marco principalmente por sua identificação com o regionalismo gaúcho. Além do mais, a gaita-ponto (um tipo de acordeom) é um instrumento ameaçado de extinção. Borghetti não se intimida com influências de outras formas e estilos brasileiros e do mundo em seu trabalho, como o pop, samba, jazz, tango e outros, os quais adapta e agrega ao seu estilo único de tocar acordeon. O instrumentista é um mestre popular que renova a sonoridade folclórica de seu estado natal – um sucesso mais surpreendente para um músico que ao invés de um trabalho vocal optou por um trabalho instrumental. Hoje é referencia nacional em seu estilo, e já conta com 23 discos gravados e dois DVDs.

Cacique e Pajé

Formada originalmente por Antônio Borges de Alvarenga, o Cacique, nascido em Monte Aprazível-SP em 1935, e Roque Pereira Paiva (Pajé), nascido em Bofete-SP em 1936. A dupla Cacique e Pajé começou no ano de 1977, com o nome de Rei do Gado e Boiadeiro – os índios caiapós, gravando um LP em homenagem ao Rancho Quarto de Milha. Em 1978, apadrinhados por Tonico e Tinoco, a dupla oficializou o nome Cacique e Pajé, que tem até hoje, e lançou alguns dos seus maiores sucessos “Pescador e Catireiro”, “Rabicho”, “O Milagre do Batismo” e “Rapaz de Gosto”. No ano seguinte, gravou outros sucessos como “Caçando e Pescando”, “Deixa o Índio em Paz”, “Boiadeiro do Mar” e “Minha Palhoça”. Em 1994, com dor muito grande, a dupla Cacique e Pajé perde um dos integrantes, falece Roque Pereira Paiva (Pajé). Somente no ano de 1997, Cacique (Antônio Borges de Alvarenga) voltou a gravar com novo parceiro, José Pereira Sousa (Cachoeira), que passou a representar o Pajé. Neste programa, vão apresentar novas composições do repertório caipira.

Eduardo Araújo

Um dos ídolos da jovem guarda, nasceu na cidade de Joaima, no interior de Minas Gerais e foi para Belo Horizonte estudar. No Rio de Janeiro, participou de um programa de televisão com sua composição “Deixe o Rock”, sendo em seguida convidado para gravar o primeiro compacto, “Garoto do Rock”. A partir daí passou a integrar o Clube do Rock, ao lado de Roberto Carlos, Tim Maia, Erasmo Carlos, Renato e Seus Blue Caps e outros. Seu maior sucesso foi “O Bom”. Começou a se apresentar ao lado da cantora Silvinha, que mais tarde se tornou sua esposa. Participou de vários programas de rádio e televisão e chegou a comandar seu próprio programa, O Bom, na TV Excelsior. Desde os anos 80 dedica-se ao estilo country, uma volta às suas origens de filho de fazendeiro. Neste programa, Eduardo faz músicas do repertório sertanejo.

10:15 – Sr. Brasil – Raul Sampaio

Rolando Boldrin recebe o convidado Raul Sampaio (Cachoeiro de Itapemirim – ES).

11:15 – Mestres do Riso – Simão, o Caolho
Simão, o Caolho
Trata-se da história de um caolho que deseja a qualquer custo recuperar a visão, mesmo que tenha que se submeter às criações de um inventor maluco. Subjugado aos experimentos, Simão começa a fantasiar situações graças a um olho mágico com poder de transformá-lo num celebrado milionário do Jockey Club envolvido com magnatas do mercado de carne e, posteriormente, elegendo-se presidente da república. O elenco conta com artistas renomados da cena clássica nacional como Mesquitinha, Yara Aguiar, Oswaldo de Barros e Nair Bello. Vale ressaltar a notável fidelidade que o diretor mantém com a realidade da classe média paulistana ao retratar os principais aspectos cotidianos do grupo, inclusive a atmosfera das ruas onde estes figuraram nos últimos 20 anos.

Ficha Técnica
Gênero: Comédia
Diretor: Alberto Cavalcanti
Ano: 1952
País de origem: Brasil
Duração: 95 minutos
PB
Classificação indicativa: Livre

12:45 – Matinê Cultura – Os Três Zuretas

O público confere neste domingo, o longa Os Três Zuretas. Imagine só quanta confusão pode acontecer quando três amigos descobrem como realizar seus sonhos… Com Cláudio Marzo e Walderez de Barros, e dirigido por Cecílio Neto, Os Três Zuretas apresenta uma engraçada história sobre a amizade de três garotos e suas peripécias numa pequena cidade do interior. Ambientada no começo dos anos 60, a trama começa quando os meninos divagam sobre a possível morte do professor, para que este não veja que colaram na prova e repitam no colégio. No dia seguinte, o mesmo sofre um acidente de carro. Após uma série de coincidências, os garotos liberam todas as fronteiras entre o possível e o imaginário, e criam uma espécie de culto para que consigam as coisas.

Ficha Técnica
Gênero: Ficção
Título Original: Os Três Zuretas – A Reunião dos Demônios
Ano: 2000
País de Origem: Brasil
Duração: 82 minutos
Colorido
Direção: Cecilio Neto
Elenco principal: Cláudio Marzo, Walderez de Barros, Ilana Kaplan, Lygia Cortez, Assunta Perez, Angelo Brandini, Guto Coelho, Júlio Torres, Ronaldo França.
Classificação indicativa: 14 anos

14:00 – As Aventuras de Tootle and Poodle

14:30 – Almanaque Brasil – Santos, anjos e outros seres alados

No programa de hoje você verá a história dos santos, Mário Sérgio Cotella, Amélia, Fafá de Belém, Mário Quintana e pássaros.

15:00 – Cultura Mundo – Rússia – Uma Viagem com Jonathan Dimbleby: Tesouros Nacionais

Neste episódio, vamos conhecer a Sibéria, uma região cujo subsolo é muito rico em pedras preciosas, minérios e petróleo. Na verdade, há 400 anos atrás, um pirata chamado Yermak atingiu a Sibéria, para conquistá-la em nome do czar. E desde aí tornou-se parte do território russo. Jonathan visita a cidade de Ekaterinburg, referência em matéria de abundância de minérios de ferro. Aqui entraremos em contato com o novo rock russo e seu criador, o hoje famoso Wladimir Shakhrin. Ele revolucionou o padrão musical russo, resgatando-o dos melosos hinos de louvor à União Soviética. Nessa mesma cidade entraremos, também, em contato com grupos que combatem a destilação química do álcool cujo consumo mata cerca de 20 mil russos por ano. Jonathan também visita, ainda, o local em que o último czar e sua família foram assassinados pela forças bolcheviques. Agora vamos para Nizhnevartovsk, região riquíssima em reservas petrolíferas, seguramente a maior da Rússia. Trinta anos atrás era um humilde povoado com poucas famílias. Com a descoberta do petróleo, houve uma formidável expansão demográfica. Através do Rio Ob seguimos para Tomsk, cidade célebre por suas universidades e seu clima intelectual. A cidade conseguiu manter a maioria de suas construções de madeira, como haviam sido erigidas no século XIX. Na cidade está localizada a Akademgordok, fundada por um célebre matemático e que manteve esta universidade – por muito tempo – em um nível científico de excelência. Houve a decadência, com o desaparecimento da União Soviética, mas agora há um renascimento pujante. Seguimos pelo mesmo Rio Ob e atingimos a República de Altai, uma espécie de Shangri-La siberiano. Encontramo-nos a cerca de 2 mil metros de altitude e perto das fronteiras russas com a Mongólia e com a China.

16:00 – Clássicos – O Padre Vermelho

Clássicos leva ao ar o documentário O padre vermelho, sobre a vida de Antonio Vivaldi. O documentário parte de uma descoberta recente. Enquanto se fazia o inventário dos livros numa biblioteca, na cidade alemã de Dresden, foi encontrada, acidentalmente, uma música composta por uma das personalidades musicais mais famosas do mundo.

Essa verdadeira obra-prima, que havia sido atribuída a outro compositor durante cerca de 200 anos, é o ponto de partida da biografia musical do maestro Antonio Vivaldi. Além da estréia mundial dessa peça, o filme faz uma recriação da vida e obra de Vivaldi, desde seu nascimento, em Veneza.

Especialistas renomados na obra do compositor revelam informações fascinantes sobre as peças. E intérpretes famosos completam essa “redescoberta” do maestro com grandes apresentações, incluindo um concerto de violino nunca antes gravado.

17:00 – Especial Cultura Meio Ambiente – Caracóis Zumbis

Neste episódio você vai se maravilhar com uma das criaturas mais complexas, esquisitas e mortíferas que vocês já viram, a “Garrafa Azul” ou Caravela-Portuguesa! Um cardume de belugas que migrou para o sul, para o golfo de São Lourenço, por duas razões. Elas estão procurando comida e algum lugar para mudar de pele. Uma mãe-canguru cuida de duas gerações de filhotes ao mesmo tempo. Alguns patinhos recém-nascidos se preparam para mergulhar. Também, uma visita aos cidadãos mais trabalhadores da natureza! Aqueles castores que constroem barragens! Por último, o corpo de um caracol da espécie Succinea é foi invadido por vermes do gênero leucochloridium, que depois de incubar no caracol, um número enorme de larvas da parasita invade os pendúnculos oculares do caracol. As larvas ficam com cores vivas e os pedúnculos oculares, habitualmentes finos, incham parecendo lagartas vibrantes.

17:30 – Repórter Eco – Lençóis Maranhenses

A paisagem dos Lençóis Maranhenses toma cerca de 155 mil hectares, uma área maior que a da cidade de São Paulo. O espaço se transforma constantemente com as lagoas que surgem na época de chuvas e desaparecem na seca.

A dinâmica da região ajuda a explicar os fatores que a põem em risco. Segundo uma das teorias mais aceitas, a areia dos lençóis é trazida pelos ventos que sopram desde o delta do Rio Parnaíba. Com isso, o lixo descartado por embarcações no leito também acaba sendo carregado. A pesca ilegal e plantações de macaxeira por comunidades que ainda vivem no parque são outras ameaças.

A importância de manter a beleza da paisagem é reforçada pelo pescador Antonio Diniz dos Santos: “O povo que chega aqui diz que é o lugar melhor que ele já achou, o mais bonito”, conta. “Eu me sinto num paraíso”. Para Franklin Evrard, administrador do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, trata-se de “um lugar que todo brasileiro deveria conhecer”.

A edição deste domingo de Carnaval do Repórter Eco ainda vai trazer uma reportagem no Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi, no Pará. Um dos mais importantes centros de pesquisa da Amazônia. O museu localizado em Belém é um pedaço da Amazônia em plena área urbana.

Aberto à visitação pública nos finais de semana, o Emílio Goeldi promove trilhas educativas que instruem a população sobre a biodiversidade local. “Eles precisam vir aqui para perceber o quanto é diversificado, a Amazônia é muito mais do que se prega fora da própria Amazônia”, conclui a guia de turismo Ana Paula Magalhães.

18:00 – Planeta Terra – A Vida dos Mamíferos – Roedores

Com os dentes incisivos fortes capazes de quebrar uma castanha, as cotias pertencem a um grupo de mamíferos muito grande: os roedores, sendo peritos em furtar sementes. Já os esquilos preferem as sementes ou bolotas do carvalho que são mais nutritivos e também os fazem engordar para poder passar o inverno. Sabem distinguir os frutos dos diferentes tipos de carvalho. Nos meses de inverno os roedores usufruem da dispensa de sementes armazenadas em outras estações, enquanto o castor usa a água como refrigerador sendo exímios nadadores e comem madeira, folhas e sementes. Os ratos toupeiras pelados criam uma rede de corredores subterrâneas roendo com seus dentes afiados a terra em busca de tubérculo.

19:00 – Matéria de Capa – Uma Janela Para o Espaço

Se no passado os poetas sonhava com os astros como fonte de inspiração para seus versos, hoje os cientistas olham para o infinito em busca de outras respostas. Principalmente para a questão: de onde viemos e para onde vamos?

O Matéria de Capa desta semana, em reportagem exclusiva, faz uma visita ao deserto de Atacama, onde estão instalados os telescópios mais poderosos do mundo.

19:30 – Reis da Rua – Nego Blue

Cantar e trabalhar sempre foram dois verbos que guiaram a vida de Evandro Miranda Laureano. De pai mineiro e mãe baiana, Evandro começou cedo a trabalhar e a cantar. Aos 9 anos, já fazia alguns bico nas feiras próximas a sua casa: “ensacava frutas e verduras, ajudava a limpar a barraca e os feirantes no final me davam um carrinho cheio de comida que eu levava para casa para ajudar minha mãe”, lembra Evandro.

O menino também era reconhecido nos cultos da igreja evangélica que frequentava com sua mãe. Lá, já começava a se destacar cantando no coro. Aos 12 anos já era cantor solo. Então, se apaixonou pelo grupo Raça Negra e começou a se dedicar ao samba. Como se dava bem em estilos como soul e blues, ganhou o apelido de Nego Blue. No trabalho, também começou outras atividades, como catar papelão e engraxar sapatos no centro de São Paulo. Foi então que ganhou reconhecimento pelo seu talento de vendedor.

Com uma barraca de CDs e DVDs nas ruas, aliou seu dom de cantar ao de vender: “Passava os dias cantando as músicas mais famosas que estavam nos DVDs e o público parava para ouvir e também comprar”, conta com ar de celebridade. “Cheguei a faturar mais de R$ 3 mil por mês, além das namoradas que consegui dedicando músicas às gatas que passavam!” Hoje, Nego Blue está lançando uma marca de roupa, a Big Blue. Sua estratégia de divulgação, claro, passa pela música.

20:00 – Cultura Documentários – O Homem que Filmou Chinatown: Vida e Obra de John A. Alonzo

Este perfil de 60 minutos mostra a vida e a obra de John A. Alonzo e descreve seu processo criativo, que nasce de sua personalidade única e de seu background artístico, não só no campo da cinematografia, mas também como ator, escultor e fotógrafo. Coragem, persistência e confiança na sua capacidade explicam como ele passou de um empregado de fazenda mexicano a um dos mais reconhecidos “Artistas em cinematografia de Hollywood”.

Este filme não é apenas uma homenagem, mas também traz à luz a arte da cinematografia. O técnico em cinematografia não é somente um técnico. Ele é um artista, um pintor de luz e sombra, criador de espaço e movimento, desenhistas de cores, ele motiva, interpreta e dirige o ambiente e aplica sua arte a tudo isso. Nesse perfil, Alonzo dá um exemplo de motivação e inspiração, especialmente para a nova geração. Com suas ideias progressistas, ele enfrentou alguma resistência do establishment. Para ele, o técnico em cinematografia era muito mais um artista do que qualquer outra coisa. Olhando os créditos de Alonzo, nos surpreendemos de ele não ter recebido um reconhecimento maior.

Durante toda a vida, ele permaneceu um outsider. Por um lado foi o primeiro técnico em cinematografia mexicano-americano e no início não foi muito bem recebido na indústria cinematográfica americana. Por outro lado, ele estava muito à frente de seu tempo, provocando, por isso, a inveja dos colegas. Ao mesmo tempo, ele nunca se considerou um concorrente. Era muito aberto em relação a seus conhecimentos, especialmente à curiosidade dos cineastas jovens. Alonzo sempre se preocupou em que houvesse variedade étnica na sua equipe, o que possibilitou o rompimento com as estruturas obsoletas. Hoje em dia, talentos jovens têm chances melhores de se iniciar no mundo profissional. Como resultado, a iniciativa de Alonzo trouxe menos racismo, menos nepotismo e mais competência.

Clipes de filmes como “Chinatown”, “Corrida Contra o Destino”, “Ensina-me a Viver”, material dos sets de filmagem sobre Alonzo e entrevistas com a Sra. Jan Alonzo, atores como Richard Dreyfus e Sally Field, o crítico de cinema americano Roger Ebert, os diretores William Friedkin, John McNaughton, Mike Figgis, como também o escritor e diretor Michael Crichton, os técnicos em cinematografia Haskell Wexler, John Toll, Viktor J. Kemper e muitos amigos e colegas, como Frank Sinatra Jr. acrescentam interesse ao documentário. Além disso, esse filme se refere à discussão atual do formato “Alta Definição”. Alonzo foi um dos primeiros ténicos em cinematografia a se interessar por esse formato, já na década de 1980, e também mostra seu interesse especial pela tecnologia digital. Visando ao encorajamento generoso e irrestrito que John Alonzo deu às novas gerações de artistas visuais, o objetivo, a esperança e a finalidade desse documentário será informar, inspirar e motivar cada espectador a se exprimir com toda a criatividade possível. Como John Alonzo.

Título Original: The Man Who Shot Chinatown: The Life And Work Of John A. Alonzo
Direção: Axel Schill
Ano: 2007
Origem: Alemanha
Duração: 60 min.
Colorido
Classificação Indicativa: 12 Anos

21:00 – Carnaval 2012

Twitter.com/tiosamnews
Tv Cultura – SP – Grade de Programação de sábado, 18 de fevereiro de 2012
Programação Tv Cultura

sábado, 18 de fevereiro de 2012

05:15 – Telecurso Profissionalizante
06:30 – Saúde Brasil
07:00 – Brasil Eleitor
07:30 – Via Legal – Fator Previdenciário / Negligência em Hospitais / Candidatos Superqualificados / Preservação Ambiental



Na edição desta semana, o programa Via Legal destaca as conseqüências do fator previdenciário. O instrumento criado pelo governo para ajustar as contas do INSS, na prática, significa a redução no valor da aposentadoria. Erica Resende explica como são feitos os cálculos e por que a medida atinge principalmente os homens.

Outro destaque desta edição é o desfecho de um caso que ainda traz muito sofrimento para uma família de Curitiba. Depois de um acidente doméstico, uma criança de 11 meses foi levada ao Hospital Universitário e durante o atendimento, acabou caindo da maca. Como o menino morreu em consequência da queda, os pais processaram a instituição. Nara Sarmento conta que já foram duas decisões determinando o pagamento de indenização.

Direto de Brasília, Viviane Rosa traz a história de uma farmacêutica que precisou recorrer à Justiça Federal para garantir o direito de tomar posse em um cargo conquistado em concurso público. Ela foi rejeitada pelo Hospital das Forças Armadas por ter uma formação escolar superior à exigida no edital.

Nesta edição, o Via Legal apresenta duas reportagens sobre meio ambiente. Uma delas discute a necessidade do poder público de cumprir a lei e não apenas exigir este compromisso do cidadão. Juliano Domingues esteve em Jaboatão dos Guararapes onde os danos a um patrimônio histórico virou caso de Justiça.

Já Denise Moraes, mostra a realidade em São Francisco do Itabapoana no litoral carioca. A prefeitura foi obrigada a demolir barracas que tiveram a construção liberada, mesmo sem licença ambiental. O projeto de revitalização da orla foi questionado nos tribunais e a decisão levou em conta os danos que ele representava para uma área de restinga.

08:00 – Quintal da Cultura

12:30 – Pronto Atendimento – Problemas no Feriado

O Pronto Atendimento deste sábado vai falar de um problema comum durante o feriado prolongado de Carnaval: aquelas coisas que costumam dar errado nas viagens como atraso e cancelamento de vôos e serviço inadequado em hotéis, restaurantes e navios.

Se você tem alguma dúvida mande a sua pergunta para: twitter.com/patendimento e prontoatendimento@tvcultura.com.br

12:45 – Educação Financeira
omo investir no mercado de ações utilizando o Home Broker

Esta edição aborda o tema “Como investir no mercado de ações utilizando o Home Broker”. Quebrando os paradigmas da imagem de um grande grupo de operadores de pregão gritando e negociando no mercado de ações, o programa apresenta uma recente solução: o Home Broker. A professora de inglês Daniela Rodrigues relata suas experiências de sucesso com o método. Analisando o sistema, o educador financeiro do programa Mauro Calil compara um Home Broker com um Internet Banking, destacando as principais disparidades e benefícios. Já a consultora financeira Tércia Rocha explica sobre o Ibovespa e demais índices negociados na Bolsa. Finalizando esta edição, o professor de finanças da Insper Ricardo Humberto Rocha discute os custos envolvidos na operação. Classificação Indicativa: Livre

13:00 – Cultura 360 – A Mecânica do Jogo (PUC) + Projeto Rondon (USP) + Profissionais de T.I. (Mackenzie)

Você conhece o Projeto Rondon? Esse programa foi criado em 1967, com objetivo de levar estudantes universitários em férias acadêmicas para conhecer as cidades menos desenvolvidas do país e realizar trabalhos de maneira voluntária. Muitas vezes criticado pelo seu caráter assistencialista, principalmente durante os anos da ditadura militar, atualmente o Projeto Rondon possui outra configuração. Alunos de diferentes cursos de graduação viajam até as comunidades interioranas oferecendo oficinas de arte, economia, culinária e muitas outras. A reportagem da TV USP acompanhou a expedição de um grupo estudantes em Aragominas, no Tocantins.

Numa sociedade dominada por computadores, sites, redes e smartphones, cada vez mais um tipo de profissional se destaca: aquele responsável pela tecnologia da informação. Em 2010, as empresas brasileiras investiram noventa bilhões de reais na chamada infraestrutura de T.I. Essa é uma carreira que está em alta no mercado – existem mais vagas do que gente para ocupá-las. Descubra mais sobre essa profissão nessa reportagem produzida pela TV Mackenzie.

13:30 – Pé na Rua
14:00 – Inglês com Música – A música desta semana é Rehab, primeiro sucesso de Amy Winehouse.
Rehab - Amy Winehouse
15:00 – Deu Paula na TV

15:30 – Cultura Retrô – Teatro Amazonas

16:00 – Clássicos

17:30 – Vitrine – Rosi Campos
Rosi Campos
O programa traz uma entrevista inédita com a eterna bruxa Morgana, Rosi Campos, que de má não tem nada. Ela fala sobre seu novo espetáculo, A Saga da Bruxa Morgana e a Família Real. Mais: eles fazem a cabeça e as mãos das mulheres a cada nova estação e seus nomes chamam tanta atenção quanto suas cores: são eles, os esmaltes. Computação em nuvem: entenda melhor a tecnologia que está acabando com a indústria do hardware. Foto na web: você tem a sua?

18:00 – Manos e Minas – Samba da Vela
Samba da Vela
No programa, os convidados são os músicos do Samba da Vela. Você verá também reportagens sobre o Bar do Timaia, o bar do integrante do Berço do Samba de São Matheus. Max BO acompanha o DJ Nuts a um sebo de discos, para mostrar raridades ao DJ americano JROCC. Nosso colunista Alessandro Buzo foi visitar a escola de Samba Estrela do 3º Milênio.

19:00 – Cultura Documentários – Nhô Cabloco e o Elo Perdido

Através da obra do artista plástico pernambucano Manuel Fontoura, conhecido como Nhô Caboclo, o documentário desenvolve uma investigação sobre um fato pouco estudado: as manifestações da cultura brasileira surgidas exclusivamente do encontro entre negros e índios. Essa fusão de culturas tomou rumos periféricos, acabando relegada ao ocultamento, – talvez tal fato tenha se dado por ter sido protagonizado por atores sociais marginalizados. É sob isso que Nhô Cabloco trabalha, apresentando uma viagem pelas diferentes expressões culturais nascidas na mata, nas vizinhanças de aldeias e de quilombos, longe do olhar dos brancos. O diretor Hermano Penna se utiliza tanto da obra como do legado testemunhal do artista para retratar a dinâmica de toda uma geração. Além disso, conta com depoimentos de historiadores, pajés, pais de santo e prestigiados antropólogos como Joel Rufino dos Santos e Muniz Sodré. Gravado nos estados de Pernambuco, Bahia, Paraíba e Maranhão, o longa sugere com clareza a demarcação de espaços de criação artística no Brasil onde os traços da cultura europeia estiveram ausentes. Por evidências contemporâneas, o diretor também revela a força da herança cabocla em movimentos sociais e políticos como o da cabanagem e na revolta de canudos.

Ficha Técnica
Ano: 2002
Tempo: 55 minutos
País: Brasil
Produção: TV Cultura, Rede Sesc Senac de TV e Luz XXI
Direção: Hermano Penna
Classificação indicativa: 10 anos

20:00 – Viola, Minha Viola

Bruna Viola
Bruna Viola
Bruna Villas Bôas Kamphorst nasceu em 1993 em Cuiabá (MT). Iniciou a carreira de violeira aos 11 anos, quando pediu à mãe uma viola caipira, pois queria aprender a tocar. Bruna adorava ouvir modas de viola, seus ídolos eram Tião Carreiro e Pardinho. Bruna começou a se apresentar em Mato Grosso, em rodeios, festas e já fez várias participações em televisão – incluindo a abertura da novela Paraíso. É devota de Nossa Senhora, padroeira de Cuiabá. Gravou um disco com músicas instrumentais de viola e músicas cantadas. Este é o seu retorno no programa Viola, minha viola, da TV Cultura, depois de uma comentada participação em 2010.


Duo Glacial


Os irmãos Miguel Servan Vidal, nascido em Mirassol-SP em 1936, e Ana Servan Vidal, nascida em Onda Verde-SP em 1941, integram o famoso “Duo Glacial” que, na década de 1960, conseguiu a vendagem de mais de um milhão de discos com a belíssima música “Poeira” (Luiz Bonan/Serafim Colombo Gomes). Miguel e Aninha já cantavam desde cedo, sendo que Aninha, com apenas 12 anos, venceu um concurso num circo que passava pela região. E, em 1955, com o nome “Irmãos Cervan”, a dupla começava a se apresentar na Rádio Cultura de Araraquara-SP. Em 1956, morando em São Paulo, Miguel e Aninha conheceram o já renomado compositor José Fortuna, que os convidou para participar do programa “Onde Cantam Os Maracanãs”, que ia ao ar pelas ondas da Rádio Piratininga. Três anos depois, Miguel e Aninha adotaram o nome artístico de Duo Glacial, o qual foi sugerido por José Fortuna. Em 1959, o Duo Glacial gravou seu primeiro disco 78 RPM, com a canção rancheira “Orgulho” (José Fortuna) e a valsa “O Amor e a Rosa” (José Vidal/Piraci), pelo selo Sertanejo. Vieram depois mais dois discos 78 RPM: em 1960, o rasqueado “Si Queres” (João Vidal) e a Rancheira “Desde Que O Dia Amanhece” (Pepe Guizar/José Fortuna), pelo selo Sertanejo. E, em 1961, o tango “Reconciliação” (Zé do Rancho/Ado Benatti) e a Canção Rancheira “Traição” (Francisco Lacerda). Nesta edição do programa, apresentam sucessos de sua carreira.


Tostão e Guarany


Com mais de 25 anos de carreira, Tostão e Guarany é uma das duplas mais representativas da música de raiz de Mato Grosso do Sul. Até 1983, Tostão e Guarany eram integrantes de um trio formado por Cruzeiro, Centavo e Tostão. Cruzeiro, conhecido hoje por Aurélio Miranda, seguiu carreira solo e consolidou seu trabalho em todo o país. Centavo, que passou a se chamar Guarany e Tostão formaram então a dupla que coleciona sucessos. A musicalidade de Tostão e Guarany revelou-se na adolescência, quando participaram eventos musicais e ganharam 1º e 2º lugares no festival “Festão”. A dupla Tostão e Guarany é composta por Adi Antonio Boniatti e Evânio Vargas Padilha, estão juntos há 25 anos. A dupla formou-se em 1983 e neste mesmo ano, foi gravado o disco compacto “Estrada de Chão” pelo selo “La Selva” da gravadora Universal Records. O LP “Luzes do Além” foi gravado em 1985 pela gravadora Xororó. Os dois já se apresentaram ao lado de grandes nomes como Tonico e Tinoco, Milionário e José Rico, Matogrosso e Matias, Trio Parada Dura, entre outros.

21:15 – Jornal da Cultura

21:45 – Clube do Filme – Eu Me Chamo Elisabeth
Eu Me Chamo Elisabeth
Década de 40, no interior da França. Elisabeth é uma menina de 10 anos que vive com os pais, que estão em processo de separação. Em sua casa também vivem uma empregada, que quase não fala, e sua irmã mais velha, que está prestes a partir para estudar. Elisabeth sente-se solitária até conhecer um jovem, que surge de repente em seu quintal. Ele está fugindo de uma clínica e recebe a ajuda de Elisabeth, que o esconde numa cabana nos fundos de sua casa. A partir de então Elisabeth passa a protegê-lo e a tratá-lo como confidente e seu melhor amigo.

Título original: Je m’appelle Elisabeth
Direção: Jean-Pierre Améris
Origem: França
Ano: 2006
Duração: 90 min.
Colorido
Classificação indicativa: 12 anos

23:15 – Cine Brasil – Janela da Alma

A diretora coletou relatos de 19 pessoas com diferentes graus de deficiência visual, da miopia discreta à cegueira total. Os entrevistados revelam suas impressões em sinceros relatos: falam como se veem, como veem os outros e como percebem o mundo. O escritor e prêmio Nobel José Saramago, o músico Hermeto Paschoal, o cineasta Wim Wenders, o fotógrafo cego franco-esloveno Evgen Bavcar, o neurologista Oliver Sacks, a atriz Marieta Severo, entre outros, fazem revelações pessoais e inesperadas sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento fisiológico do olho, o uso de óculos e suas implicações sobre a personalidade, o significado de ver ou não ver em um mundo saturado de imagens e também a importância das emoções como elemento transformador da realidade, se é que ela é a mesma para todos.

Ficha Técnica
Direção: Sandra Werneck
País de origem: Brasil
Duração: 67 minutos
Ano: 2005
Classificação Indicativa: Livre

00:30 – Figuras da Dança – Sônia Mota
Sônia Mota
Iniciou seus estudos de balé clássico em 1956 na Escola de Bailados da Prefeitura Municipal de São Paulo. Após os 8 anos curriculares, aperfeiçou-se por mais 6 anos na Escola de Dança de Halina Biernacka.

O primeiro contrato como bailarina solista foi aos 17 anos na Sociedade Ballet de São Paulo. Teve experiências em shows e eventos de dança nas TVs Tupi e Record.

Entre 1970 e 1974 foi solista do Ballet Real da Antuérpia (Bélgica). Entre 1975 e 1980 viajou regularmente para os EUA para treinar na Cia de Dança de Louis Falco, discípulo de José Limon.

De 1975 à 1989 foi integrante do Balé da Cidade de São Paulo dançando peças de Oscar Araiz, Lia Robato, Victor Navarro, Antônio Carlos Cardoso, Luis Arrieta e Suzana Yamauchi. Recebeu os prêmios Governador do Estado e APCA como melhor bailarina.

01:00 – Radiola – Juliana Kehl / Leptospirose
Juliana Kehl / Leptospirose
Juliana Kehl e o grupo Leptospirose apresentam os seus sucessos no quadro “Ao Vivo” deste programa. A equipe do Radiola confere as atrações do Festival Planeta Terra. O quadro “Trama Virtual” destaca Dominatrix, banda feminina do cenário hardcore nacional. A exposição “Queremos Miles”, disponível no Sesc Pinheiros até janeiro de 2013, é a atração do quadro “Matéria”. O quadro “Fala” traz o músico e VJ Thunderbird. Vocalista do Devotos de Nossa Senhora Aparecida, o artista conversa sobre a sua trajetória e dá dicas para as bandas iniciantes. A seção “Arquivo” mostra a participação do músico e VJ China no Radiola de 2009.

Twitter.com/tiosamnews

Tv Cultura – SP – Grade de Programação de sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 
Programação Tv Cultura

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012
06:00 – Tecendo o Saber
06:30 – Novo Telecurso Ensino Fundamental
06:45 – Novo Telecurso Ensino Médio
07:00 – Telecurso TEC
07:15 – Telecurso Profissionalizante
07:30 – Tamanho Família
08:15 – Pocoyo
08:30 – Castelo Rá Tim Bum
09:00 – Quintal da Cultura
11:00 – Bob, o construtor
11:30 – Arthur
11:45 – Cocoricó
12:00 – Os Camundongos Aventureiros
12:30 – Jakers! As aventuras de Piggley Wink
13:00 – Os Sete Monstrinhos
13:20 – Shaun, o Carneiro
13:30 – Cyberchase
14:00 – Doug
14:30 – Quintal da Cultura

17:25 – Matinê Cultura – Tintim e os Prisioneiros do Sol
Tintim e os Prisioneiros do Sol
Após vestir o bracelete da múmia de Rascar Capac, o Professor Girassol é sequestrado e levado para a América do Sul. Tintim, Capitão Haddock, Dupont e Dupond partem em busca do amigo desaparecido. No caminho, enfrentam os perigos da selva para encontrar o Templo do Sol, onde o professor foi aprisionado.

Ficha Técnica
Título original: Tintin et le temple du soleil
Direção: Eddie Lateste
Ano: 1969
Origem: França / Bélgica / Suíça
Duração: 77 min.
Classificação Indicativa: Livre
18:45 – O Mundo de Beakman
19:15 – Pé na Rua
19:25 – Deu Paula na TV
19:30 – Inglês com Música – Rehab – Amy Winehouse
19:45 – Woohoo News
19:55 – Deu Paula na TV
20:00 – Pé na Rua

20:10 – Metrópolis – Alexandre Matias
Alexandre Matias
Jornalista conversa com Cadão Volpato sobre Hugo Cabret, filme de Martin Scorcese que concorre ao Oscar.

20:40 – Radiola – Juliana Kehl / Leptospirose
Juliana Kehl / Leptospirose
Juliana Kehl e o grupo Leptospirose apresentam os seus sucessos no quadro “Ao Vivo” deste programa. A equipe do Radiola confere as atrações do Festival Planeta Terra. O quadro “Trama Virtual” destaca Dominatrix, banda feminina do cenário hardcore nacional. A exposição “Queremos Miles”, disponível no Sesc Pinheiros até janeiro de 2013, é a atração do quadro “Matéria”. O quadro “Fala” traz o músico e VJ Thunderbird. Vocalista do Devotos de Nossa Senhora Aparecida, o artista conversa sobre a sua trajetória e dá dicas para as bandas iniciantes. A seção “Arquivo” mostra a participação do músico e VJ China no Radiola de 2009.
21:10 – Jornal da Cultura

22:00 – Mostra Internacional de Cinema na Cultura – Partículas Elementares
Partículas Elementares
Baseado na obra homônima de Michel Houellebecq, o longa relata a história de dois irmãos, ambos acima dos 30 anos, com personalidades opostas. Michael é tímido e mais interessado em sua profissão do que em mulheres. Já Bruno é obcecado por sexo e só encontra satisfação quando se relaciona com prostitutas. Até que os irmãos sofrem abruptas reviravoltas. Michael reencontra uma antiga paixão, Annabelle, e Bruno se envolve com Christiane, uma mulher mais experiente. A partir de então a história ganha um novo rumo.

Ficha Técnica
Título original: Elementarteilchen
Direção: Oskar Roehler
Ano: 2006
Origem: Alemanha
Duração: 104 min.
Colorido
Elenco: Moritz Bleibtreu, Christian Ulmen, Martina Gedeck, Franka Potente, Nina Hoss, Uwe Ochsenknecht
Classificação indicativa: 16 anos

Prêmio: Berlin International Film Festival 2006 (Best Actor – Moritz Bleibtreu)

00:00 – DOCTV – 20 Anos de Suvaco
20 Anos de Suvaco
A história do Suvaco do Cristo é contada através de uma seleção de seus melhores sambas somados a depoimentos dos integrantes do bloco. Os fundadores são artistas e produtores, marcas na cultura carioca, no cinema, no teatro, no humor televisivo e na música. As relações dessa “tribo” com o carnaval, o mundo do samba, a interatividade entre classes sociais, as formas de produção, de organização e a administração da agremiação nesses 20 anos são os principais temas do filme. O repertório faz uma crônica do cotidiano do Rio e do Brasil nos últimos 20 anos, da redemocratização do país até o desembarque de latas de maconha nas praias cariocas, ilustrados por imagens de arquivo.

Ficha Técnica
Ano: 2006
Duração: 52 minutos
País: Brasil
Direção: Paola Vieira
Colorido
Classificação indicativa: Livre