Arquivo da categoria ‘Infancia Perdida’

Empresário diz ter encontrado corpo de Madeleine McCann

O empresário sul-africano Stephen Birch garante que encontrou o corpo de Madeleine McCann, a menina britânica de 4 anos que desapareceu em maio de 2007 durante uma viagem a Portugal com a família.

Segundo o empresário, a menina estaria enterrada a meio metro de profundidade no jardim do britânico Robert Murat, cuja casa fica ao lado do Ocean Club, luxuoso clube resort na Praia da Luz, na região de Algarve, onde os McCann passavam férias. A notícia foi dada nesta quinta-feira pelo jornal português “Correio da Manhã”

Estou convencido de que Maddie está enterrada em uma área que foi acimentada após o desaparecimento da menina, no canto nordeste da casa, seguindo uma aléia de árvores”, disse Birch ao jornal.

O empresário diz diz ter feito uma exaustiva análise das alterações sofridas pelo solo da região da Praia da Luz, desde a data do desaparecimento de Madeleine. Birch teria recorrido a imagens do Google Earth. Ele também afirma ter invadido a casa de Murat em quatro ocasiões, durante a madrugada, munido de uma “máquina geo-radar”.

As imagens que o sul-africano diz ter obtido com a máquina foram enviadas à polícia portuguesa, que pode reabrir o inquérito, segundo o “Correio da Manhã”. Os dados, que estão sendo analisados no momento, também foram enviados à Scotland Yard. A polícia britânica, que também investiga o caso junto com os portugueses, pediu mais imagens e dados.
Madeleine McCann
Dias depois do desaparecimento de Madeleine, uma jornalista inglesa levantou suspeitas sobre a postura de Murat, que foi incluído entre na lista de suspeitos. A polícia portuguesa realizou perfurações no terreno da casa do britânico, em 14 de maio de 2007, sem obter resultados.

“Isso é uma loucura, uma estupidez”, respondeu Murat ao jornal português, referindo-se às acusações do empresário sul-africano.

Stephen Birch – empresário do ramo imobiliário fascinado pelo caso – já gastou 50 mil euros (R$ 125.615) em suas investigações, e espera ganhar dinheiro se conseguir solucionar o crime. A máquina geo-radar, utilizada em suas buscas, foi alugada em Londres por 435 euros (mais de R$ 1 mil) por dia. Com ela, é possível detectar objetos a vários metros de profundidade, além de alterações no solo, ainda que não com precisão.

Anúncios
Garoto provoca polêmica nos EUA por querer atuar como cheerleader
Atuar como cheerleader é comum entre as garotas dos Estados Unidos, com direito a competições de animadoras de torcida entre escolas. A atividade, porém, ganhou a adesão de um garoto do Michigan, que tem sido alvo de uma polêmica.

Durante competição regional da modalidade, a escola St. Clair Shores (Mich.) Lakeview acabou desclassificada por contar com o jovem Brandon Urbas em sua equipe de animadoras de torcida, o que gerou acusações de discriminação.
Male Cheerleader Gets Team Disqualified … Because He’s a Boy
“Garotos não podem participar em equipes de garotas em competições da Associação Atlética dos Colégios do Michigan [em inglês, MHSAA]”, disse a entidade através de um comunicado. “As escolas adotaram esta posição para preservar as oportunidades de participação”.

Único menino do plantel, Urbas afirmou estar entrosado com as companheiras e que tudo correu bem durante a temporada do futebol americano, na qual atuou na animação da torcida. Os pais do garoto prometeram brigar na Justiça para mudar as regras do torneio regional de cheerleaders.

“Eu chorei. Senti como se estivessem tirando o meu sonho de ir para a faculdade e ganhar uma bolsa de estudos”, relatou Urbas.

Prefeitura é condenada a indenizar aluno jogado no lixo em SP

ELIDA OLIVEIRA
DE RIBEIRÃO PRETO 

A Prefeitura de Ribeirão Preto (313 km de SP) foi condenada a pagar R$ 7.500 para um aluno que, há 11 anos, foi jogado no lixo por um professor da rede municipal de ensino.

A ação por danos morais, julgada no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), conclui que a ação do professor expôs o aluno ao bullying, já que ele passou a ser chamado de “lixo, lixão, sujo”.

O caso aconteceu em setembro de 2000. Segundo o relato judicial, o aluno estava em sala de aula quando se desentendeu com outro colega de classe. Para conter o caso, o professor pediu ajuda a outro estudante e, então, colocou o aluno dentro de uma lata de lixo fora da sala de aula.

Em defesa, a prefeitura argumentou que o professor nunca teve reclamações e que era conhecido por ser “brincalhão e amigável”.

Para o desembargador Nogueira Diefenthäler, o caso trouxe danos ao aluno. “Não se questiona aqui se o autor era aluno ‘bagunceiro’ ou se o professor era profissional altamente habilitado e bem avaliado. O que se discute é se seu agir pode ser tido como correto”, diz trecho da decisão.

Segundo o desembargador, haveria outras medidas para se conter o tumulto em sala de aula.

“Em um ambiente escolar qualquer episódio que cause humilhação ou vexame ao aluno é fator catalisador de zombarias, ataques ou outros atos que podem ser classificados como bullying”, diz outro trecho.

Diefenthäler reduziu o valor da ação, que antes era de 30 salários mínimos ou R$ 16.350, para R$ 7,5 mil, mais juros e mora.

O Gordinho do Pilão

Lembram do gordinho que revidou a um projeto de valentão que estava socando sua cútis fofinha quando estavam na escola e que virou um dos grandes virais da internet com milhões de acesso?
Pois é, após aquele fantástico pilão jamais visto em nenhum ringue de lutadores profissionais, uma rede de TV australiana localizou o localizou e realizou uma esclarecedora e comovente entrevista. Seu nome é Casey Heynes e como fica claro na entrevista, ele se tornou um herói e um símbolo na luta contra o bullying.
Confiram a entrevista legendada:

Original:

Procuradora acusada de torturar criança dorme em cela especial de presídio no Rio
Diana Brito
da Sucursal do Rio
A procuradora aposentada Vera Lúcia de Sant’Anna Gomes, 66, passou a noite de quinta e sexta-feira em uma cela individual especial para quem tem nível superior no presídio Nelson Hungria, no conjunto penitenciário de Bangu, zona oeste do Rio.
Foragida havia oito dias, ela se apresentou ontem à Justiça do Rio e chorou ao ouvir o juiz Guilherme Duarte, da 32ª Vara Criminal, ler os autos do processo em que é acusada de torturar uma menina de dois anos que estava sob sua guarda para adoção.
Quando deixou o fórum na tarde de ontem, já presa, para ser encaminhada à Polinter (Polícia Interestadual), no Andaraí (zona norte), a procuradora foi hostilizada por pessoas do lado de fora. Acompanhada de policiais e dois advogados, ela foi levada para a Polinter e, em seguida, encaminhada para o complexo penitenciário de Bangu.
Ainda na tarde de ontem, a defesa pediu a revogação da detenção, mas o juiz negou. Para ele, a soltura pode prejudicar a colheita de provas. Jair Leite Pereira, advogado da acusada, disse que espera obter “pelo menos” a prisão domiciliar e nesta sexta já faz novo requerimento à Justiça.
Pereira afirmou ainda que a cliente nega as acusações. “O laudo do IML afirma que a lesões foram leves e não causaram nenhum mal-estar maior na criança.” Já um laudo complementar do IML aponta lesões graves na garota.
Agressão
A criança agredida estava sob a guarda da procuradora desde 14 de março. No dia 15 de abril, após denúncia, uma equipe da Vara da Infância, acompanhada de uma juíza, uma promotora e oficial de Justiça, foi à casa da procuradora. Machucada, a menina foi levada para o hospital municipal Miguel Couto, na Gávea (zona sul). Com os olhos inchados, ela precisou ficar três dias internada.
A denúncia (acusação formal) contra a procuradora foi feita no começo de maio pelo Ministério Público, que pediu sua prisão preventiva pelo crime de tortura. Os promotores responsáveis pela acusação, afirmam que ela submeteu a criança “a intenso sofrimento físico e mental, agredindo-lhe de forma reiterada, como forma de aplicar-lhe castigo pessoal”.
(Folha Online)
Repercussão
Veja o que a Ivete Sangalo comentou no seu Twitter
ola ola que tal amiguitos!!! buenos dias
VERA LUCIA DE SANTANA GOMES. esse é o nome da procuradora que torturou uma menininha de 2 anos. 
Eu só quero dizer a vcs que eu estou vigiando cada passo desse caso.
Não vou sossegar . Isso realmente me deixa enlouquecida, essa infeliz maltratando uma criança de 2 anos, indefesa. 
Tenho mal estar só de olhar pra essa mulher, Mas ela pode saber que estarei de olho, mesmo quando esse assunto sair da midia e esfriar.
Esse será o meu grande objetivo desse ano. Só sossego quando se fizer justiça
a gente não pode deixar essas coisas passarem em branco. Não podemos.
Só vou sossegar quando se fizer justiça.
Vcs tem que vigiar tb! a rua, a casa vizinha, o restaurante, qualquer que seja o lugar. é preciso denunciar mal tratos com crianças e idosos.

Meu Deus, como pode isso acontecer? que loucura? 
O que elva uma pessoa a fazer isso. fico muito triste e revoltada
e ela ainda vai ter regalias por conta do 3 grau completo. Infeliz. Estudou pra que?
Faltando amor, faltando propagação desse amor.
Esse papo que palmada , que essas coisinhas que não fazem mal etc, etc, isso pra mim é balela. educar da trabalho, ter paciencia da trabalho
mas o que seria de nos pais sem essa função de dar carinho, ter paciência, ter calma. esse é o nosso dever e o nosso prazer tb

Tem que ter calma, tranquilidade e ver a cada momento o presente que Deus deu pra gente de ser pai e mãe. é coisa divina
São crianças, pequenininhas, mas sao individuos, que a gente tem que respeitar.Ghandi foi criança, Madre Tereza foi criança. pessoas boas,
Isso é mais que realidade nos nossos tempos. a gente fica alerta e ajuda a quem precisa.

Isso é mais que realidade nos nossos tempos. a gente tem que ficar alerta
to comendo e falando aqui com vcs. Me deixa preocupada demais.
mas, isso só veio à tona por que alguem denunciou, tem que denunciar. A identidade de quem denuncia nunca é revelada.
Criancas vou nessa. obrigada por me permitirem desabafar aqui com vcs. atentos sempre ok?
bjusssss

Novo portal do governo oferece 500 serviços para o cidadão
A partir desta quarta-feira (3), o Brasil terá um novo Portal de internet : http://www.brasil.gov.br. Concebido para aproximar o Estado do cidadão, o novo portal tem mais de 500 serviços para os cidadãos, além de cultura e informações.
O Portal foi desenhado para alterar os atuais parâmetros da comunicação digital no âmbito do Poder Executivo Federal , de modo a tornar-se ferramenta em contínuo
aprimoramento, tanto na publicação de conteúdo quanto na interação com o usuário.
A reformulação do Portal Brasil , coordenado pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República, é resultado de um processo de trabalho que levou cerca de três anos.
A implementação do projeto envolveu mais de 200 pessoas com perfil multidisciplinar, incluindo profissionais de conteúdo, arquitetura de informação, webdesign,
programação, produção de vídeo e infografismo, entre outros.

Lula compara novo portal do governo a “Google nacional”
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou nesta quarta-feira o Portal Brasil, nova ferramenta de divulgação de informações do governo, a um “Google nacional”. A afirmação foi feita durante a apresentação do site, em Brasília.
O site servirá para unificar informações sobre órgãos do Estado, alem de oferecer serviços de utilidade aos cidadãos. A página será coordenada pela Secretaria de Comunicação Social (Secom).
“Eu não sei se a gente poderia dizer que nós estamos, na verdade, apresentando um Google nacional, totalmente brasileiro”, disse o presidente durante o evento.
“Hoje, a gente marca um novo estágio na comunicação do Estado brasileiro com a sociedade e com os meios de comunicação”, disse Lula. Segundo o presidente, o projeto tem o objetivo de democratizar a informação. “A informação é uma forma de exercício de poder. Quem tem mais informação, tem mais possibilidade de influir nas decisões de poder. A gente está criando um sistema para disponibilizar (essas informações) para 190 milhões de brasileiros, para a América Latina, para que todos aqueles que queiram acompanhar as coisas do Brasil não se façam de rogados”, afirmou.
“A informação não será mais novidade. Tudo estará à disposição da opinião pública. O que nós estamos fazendo é levar a democracia a sua potência máxima, ao exercício extraordinário de disponibilizar muitas coisas que antes eram segredo”, disse o presidente.

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4298989-EI7896,00-Lula+compara+novo+portal+do+governo+a+Google+nacional.html

Presidente Lula participa do lançamento do novo Portal Brasil
Após sua total implantação, o portal passará a oferecer mais de 500 serviços integrados, reunindo acessos para conteúdos diversos. Entre eles informações sobre campanhas de vacinação, nutrição infantil, banco de leite, farmácia popular, Disque Saúde, previdência privada, restituição da Receita Federal, Imposto de Renda, documentação, mercado de trabalho, agricultura, comércio exterior, folclore, patrimônios culturais, tipos de clima, dados demográficos, fauna e flora rural.
O site também contará com uma revista digital, que servirá como vitrine do que existe de melhor no Brasil hoje. A revista terá linguagem multimídia, composta por vídeos, infográficos, textos e áudios. Em sua primeira edição, o destaque será uma reportagem especial realizada na Escola Municipal Casa Meio Norte, em Teresina (PI). O nome da revista será definido por consulta aos internautas.
Outro diferencial é a oferta de recursos avançados para ampliar o acesso a deficientes visuais e auditivos. Para facilitar a leitura, os tamanhos das fontes podem ser ampliados, assim como o trabalho com os contrastes de tela. Há, ainda, programas “tradutores” na versão em áudio para a maior parte dos conteúdos escritos.
As principais premissas que nortearam a elaboração do portal foram: organização das informações; melhoria da acessibilidade; segmentação dos públicos; fortalecimento da imagem institucional do país e a influência sobre a tomada de decisões de estrangeiros pelo Brasil. Na interface voltada ao público do exterior, a intenção é contribuir para o reforço na imagem de uma nação estável. Para atingir tal público, o site apresentará versões em inglês e espanhol.
Foto: Ricardo Stuckert


Advogado da família de João Hélio vai pedir avaliação médica de acusado solto

Abalados, pais do menino evitam falar do assunto.
Liberdade de suspeito entra na lista de temas mais falados no Twitter.
Alícia Uchôa Do G1, no Rio
Montagem G1
João Hélio foi morto depois de ter sido arrastado de carro por 7 km (Foto: Montagem G1)
Depois da notícia da inclusão de um dos acusados pela morte do menino João Hélio no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM), o advogado da família da criança pretende dar entrada na Justiça em um pedido para que o suspeito passe por uma avaliação médica.
“É preciso um laudo que diga se ele está apto a conviver em sociedade”, disse Gilberto Fonseca. Ele ressalta, no entanto, que a pena do jovem, que na época do crime era menor, já foi cumprida.
“Dentro da lei, ele cumpriu o que tinha que cumprir. A nossa revolta é esse prêmio de ir morar na Suíça, que estão querendo dar pra ele. Quantas pessoas são ameaçadas neste país e ninguém dá proteção? Direitos humanos são para quem merece e não para quem cometeu um crime bárbaro. Isso é premiar bandido”, reclamou. Na última quinta-feira (18), o presidente da ONG Projeto Legal, responsável pelo PPCAAM, negou que haja planos de levar o acusado para o exterior.
Tema é destaque no Twitter
Desde que foi noticiado, o caso entrou pra lista dos temas mais falados no Twitter no Brasil. Entre os que comentaram a decisão da Justiça está o cantor Léo Jaime: “Bora trabalhar, pessoal! Temos que garantir a vida boa do assassino cruel que arrastou um menino por 7 kms, com um carro roubado. Direitos humanos? O assassino merece e a vítima não? A cabeça de quem estabelece esses critérios deve ser muito podre”.
A apresentadora Leda Nagle levantou a bola em seu perfil: “o que vocês acham desse caso do João Hélio? O assassino do menino está solto depois de cumprir medida sócio-educativa”. O ator Bruno Mazzeo também se pronunciou contra a inclusão do rapaz no programa de proteção.
Jovem está em regime de semiliberdade
Depois de cumprir três anos de medida socioeducativa, o jovem, que era o único menor suspeito do crime, foi liberado no último dia 10, pouco depois de completar a maioridade.
No dia 8 de fevereiro, uma decisão do juiz Marcius da Costa Ferreira, da Vara de Infância e Juventude, afirma que seria “necessário mais tempo para que (ele) se convença das vantagens da mudança de vida, do voluntário afastamento do grupo a que está integrado”.
O documento diz ainda que “é preciso que (ele) seja estimulado a participar de outras atividades e grupos socialmente saudáveis”, e recomenda que o jovem e a família continuem a ser atendidos com acompanhamento psicoterápico. O magistrado determina, então, a “progressão da medida, inserindo-o no regime de semiliberdade”, a ser cumprida no Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (CRIAAD).
Histórico
Ao longo de todo o ano de 2009, as avaliações do acusado indicavam que era preciso mantê-lo internado, com avaliações psicossociais e pedagógicas periódicas.
Na última decisão, o juiz Marcius da Costa Ferreira ressalta que o jovem teve mais de uma passagem pelo sistema socioeducativo, e que, desde que sua pena fora determinada, ele se envolveu, dentro da unidade em que cumpria a medida, em ato contra a vida de um agente. O jovem estava entre os rebelados depois de uma frustrada tentativa de fuga.
http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL1497141-5606,00-ADVOGADO+DA+FAMILIA+DE+JOAO+HELIO+VAI+PEDIR+AVALIACAO+
MEDICA+DE+ACUSADO+SOL.html