Arquivo da categoria ‘Novidades’

Em breve nas lojas o manto invisivel

Publicado: 12 de agosto de 2008 em Novidades

Manto de invisibilidade está mais próximo, dizem cientistas


Por Maggie Fox
Reuters

WASHINGTON (Reuters) – Cientistas criaram dois novos tipos de materiais que podem curvar a luz na direção errada, o que representa o primeiro passo para um dispositivo de invisibilidade.

Um deles utiliza uma espécie de rede de camadas metálicas a fim de reverter a direção da luz, enquanto a outra usa finos fios de prata, ambos em escala nanométrica.

Ambos são chamados de “metamateriais”, ou seja, estruturas produzidas artificialmente para gerar propriedades que não existem na natureza, entre as quais um índice negativo de refração.

As duas equipes estavam trabalhando separadamente sob a direção de Xiang Zhang, do Nanoscale Science and Engineering Center da University of Califórnia, Berkeley, com financiamento do governo dos Estados Unidos. Uma das equipes reportou seus resultados na revista Science e a outra na Nature.

Cada novo material trabalha para reverter a luz em comprimento de onda limitado, de modo que ninguém os utilizará para ocultar edifícios de satélite, disse Jason Valentine, que trabalhou em um dos projetos.

“Não estaremos na verdade lançando um manto sobre coisa alguma”, disse Valentine em entrevista por telefone. “Não creio que as pessoas precisem se preocupar com a possibilidade de que alguém saia caminhando invisível, ao menos em curto prazo. Para ser honesto, estamos no começo da estrada que permitiria realizar algo assim”.

A equipe de Valentine produziu um material que afeta a luz perto do espectro visível, em uma região usada em fibras ópticas.

“Nos materiais que ocorrem na natureza, o índice de refração, uma medida de como a luz se dobra em determinado meio, é sempre positivo”, ele disse.

“Quando você vê um peixe na água, ele parece estar à frente de sua posição real. Ou, quando você coloca um pedaço de madeira na água, ele parece se dobrar e afastar de você”, disse.

Essas são ilusões causadas pelas dobras da luz ao se mover entre a água e o ar.

Já a refração negativa obtida pelos cientistas de Berkeley seria diferente.

“Em vez de o peixe parecer um pouco à frente de sua posição real na água, ele pareceria estar acima da água”, disse Valentine. “É bem estranho”.

Google lança Knol, concorrente da Wikipedia

San Francisco, 23 jul (EFE) – O Google anunciou hoje o lançamento do Knol, um serviço concorrente da enciclopédia virtual Wikipedia, onde os usuários poderão escrever artigos sobre diferentes temas, mas desta vez, assinados.

O Knol permitirá ainda aos autores ficar com parte do lucro dos artigos publicados na página, o que o Google espera que incentive os internautas a participar.

O serviço, limitado até agora a um pequeno grupo de usuários convidados, foi aberto hoje ao grande público com centenas de artigos sobre temas tão variados quanto obstrução -publicado por um professor da universidade de San Francisco- ou a melhor forma de instalar uma torneira.

O Google espera aumentar, em breve, este número e se aproximar da Wikipedia, que começou a funcionar há sete anos e hoje conta com mais de 6 milhões de artigos em vários idiomas.

Cedric Dupont, gerente de produto encarregado do Knol, disse que a maioria do serviço está disponível só em inglês, mas acrescentou que o Google espera que todo o conteúdo apareça em outros idiomas em pouco tempo.

O princípio chave do Knol é a autoria, acrescentou Dupont em comunicado do Google, já que todos os artigos – ou “knols” como o site de busca os chama- terão um ou vários autores que apoiarão seu conteúdo.

A grande diferença com a Wikipedia é que os demais usuários não poderão editar os artigos, mas poderão comentar ou criticar, assim como fazer contribuições, as quais o autor poderá incorporar se desejar.

AFP

Arquiteto italiano apresenta projeto de edifício com andares giratórios

(“Não gostaria de estar dentro desse prédio em caso de incêndio”, comentou um jornalista.)

NOVA YORK (AFP) – Uma “Torre Dinâmica” ultramoderna, cujo projeto foi apresentado nesta terça-feira em Nova York, permitirá que seus ocupantes girem cada andar para mudar a vista ou acompanhar o movimento do sol.

O arquiteto italiano David Fisher apresentou à imprensa sua idéia de “Torre Dinâmica”, com 80 andares rotatórios em torno de um eixo vertical fixo, de módulos pré-fabricados e auto-suficiente em energia. O prédio será erguido em Dubai, nos Emirados Árabes.

Outro projeto de “arranha-céu rotatório”, de 70 andares, concebido sob o mesmo princípio, deve ser construído em Moscou pelo grupo Mirax. “Esperamos poder construir uma terceira torre, em Nova York ou em outra cidade”, disse Fisher.

Com 420 metros de altura, a “Torre Dinâmica” de Dubai terá luxuosos apartamentos de 124 a 1.200 metros quadrados, que serão vendidos por 30.000 dólares o metro quadrado – ou seja, entre 3,7 e 36 milhões de dólares.

Acionado por um simples comando vocal, cada andar pode girar sobre o eixo, demorando entre 1 e 3 horas para dar a volta completa. Será um “edifício inteligente”, equipado com os últimos avanços da tecnologia domótica – utilizada para controlar e centralizar as ferramentas do lar moderno.

O morador poderá tomar seu café-da-manhã admirando o nascer do sol e jantar olhando para o pôr-do-sol no mesmo cômodo, ou receber suas visitas em uma sala cuja vista muda de tempos em tempos.

“Esses edifícios abrirão novas perspectivas ao nosso redor”, afirmou Fisher. E, como cada andar roda, o aspecto geral do prédio – que estará pronto para ser ocupado em 2010 – “terá formas infinitas”.

O edifício será construído a partir de unidades pré-fabricadas que começarão a ser montadas “nas próximas duas ou três semanas”, segundo Fisher, em Altamura (Bari, sul da Itália), em uma fábrica com mais de 600 operários.

Graças à utilização dos módulos pré-fabricados, o projeto terá seus prazos de construção acelerados. Uma obra tradicional leva cerca de seis semanas para concluir um andar, enquanto a “Torre Dinâmica” de Dubai terá um piso erguido por semana, o que reduzirá os custos em 10%.

Outra particularidade do edifício – que custará 700 milhões de dólares – apontada por Fisher é seu caráter “verde”, ou seja, sua capacidade de gerar toda a energia de que precisa através de 79 turbinas eólicas horizontais instaladas entre os andares.

A entrevista coletiva que apresentou o projeto, organizada em um hotel de luxo, incluiu uma série de recursos de mídia ilustrativos, mas mesmo assim algumas questões permaneceram sem explicação – como, por exemplo, de que modo os prédios do arquiteto italiano conseguirão ser auto-suficientes energeticamente nos climas extremos de Dubai e Moscou.

Perguntado sobre o funcionamento do sistema hidráulico de seu projeto (uma vez que os andares não são fixos), Fisher disse que o problema será resolvido com um sistema parecido ao utilizado para abastecer aviões durante o vôo.

“Não gostaria de estar dentro desse prédio em caso de incêndio”, comentou um jornalista britânico na entrevista coletiva, preocupado com a segurança da construção.

Segundo Fisher, que confessou nunca ter coordenado a construção de um arranha-céu antes, na Itália há edifícios erguidos há 800 anos “que estão em perfeito estado” nos dias de hoje. E garantiu que suas torres dinâmicas serão construídas com os melhores materiais disponíveis no mercado.

MOTOR BLOG

O BMW GINA É feito de tecido e “pisca” o farol!


O BMW GINA, que foi visto sendo instalado no Museu da marca, em Munique, semana passada, foi finalmente revelado. O design futurístico mostra que os designer da BMW estão pensando, e não se copiando infinitamente.

GINA é a sigla para “Geometria e funções em N adaptações”, em inglês. Isso quer dizer, mais ou menos, que os profissionais que desenvolveram o carro jogaram o livro de regras no lixo antes de começar. O que quero dizer fica mais evidente na “pele” do carro – feita de fibras de material metálico e fios de fibra de carbono.

O “esqueleto” do carro é controlado por dispositivos eletro-hidráulicos que podem mudar o formato dele, levando em conta a “pele” que fica por cima. Por exemplo: os faróis podem ser escondidos, como se o veículo piscasse. Da mesma maneira, o capô pode abrir-se, deixando o motor à mostra. A idéia se estende para o painel do carro, o qual torna visível apenas os aparelhos que estão sendo usados no momento.

Carros que piscam! O futuro chegou, se acostume e veja mais fotos na continuação do post – eu juro que não é truque de Photoshop.


Tecnologia NFC permite aos usuários compartilhar conteúdo ao conectar dois telefones

HELSINQUE – A Nokia, maior fabricante mundial de telefones celulares, apresentou nesta terça-feira, 15, seu novo aparelho, o modelo 6261 Classic, com NFC (Near Field Communication) integrado.


A tecnologia NFC permite aos usuários compartilhar conteúdo ao conectar dois telefones que podem receber arquivos de áudio e outros downloads dos provedores do serviço simultaneamente. O telefone também pode ser usado para pagamento.


O 6212 Classic, que vem com câmera e tocador de música, tem previsão de chegar ao mercado no terceiro trimestre custando aproximadamente 200 euros (US$ 316), antes de impostos e subsídios.


Atenção, fãs de “Lost” e/ou de bonequinhos de séries: Jack, Locke e companhia vão ganhar novas versões em miniatura!

A empresa japonesa Medicom irá lançar uma coleção com sete bonecos, num estilo parecido com os das caixas da Lego: os de Jack, Kate, Sayid, Sawyer, Locke, Charlie e Hurley.

Cada uma das miniaturas vem com um item característico do personagem: Jack tem uma pistola; Locke, sua inseparável faca; Kate, as algemas; Sayid, o rádio encontrado na cabine do piloto; Sawyer, a carta que ele escreveu para o homem que desgraçou sua vida; Charlie, seu violão, e Hurley, o discman.
Curtiu a novidade? A Medicom ainda prepara um outro lançamento especial para os fãs do médico e líder dos sobreviventes: um boneco totalmente articulado de Jack Shephard! Que tal?

Os novos brinquedos devem chegar às lojas japonesas em agosto deste ano, e o único problema é o “precinho” dos mimos: enquanto a coleção dos mini-losties deve não deve sair por menos de US$87 (cerca de R$160), o Jack articulado deve ficar em torno de US$144 (aproximadamente R$244), segundo informações do site Toysrevil’s I Like

Fabricantes de brinquedos apostam na mescla entre Second Life e Tamagotchi para o Natal

Bichinhos virtuais agora estão na internet

Reprodução

Bichinhos virtuais agora estão na internet

NOVA YORK – Uma nova mania entre as crianças americanas promete, neste Natal, afastá-las das árvores de presentes e mandá-las direto para o computador. Trata-se de uma nova geração de brinquedos “cuidáveis”, como os antigos bichinhos virtuais Tamagotchis, mas baseados na web e com interface parecida com a de mundos virtuais como Second Life e Habbo Hotel. A informação foi publicada neste domingo, 23, pelo Financial Times.

Tamagotchis

O sucesso começou nos Estados Unidos no ano passado, com a série de brinquedos Webkinz, da fabricante Ganz, voltados para crianças de 5 e 6 anos. Com um número próprio gerado para cada animal virtual, o site permite que o “dono” crie um ambiente, alimente e controle a vida do filhote. O mote da empresa de brinquedos é “dar vida a seu bichinho de pelúcia”.


Como em mundos virtuais, no Webkinz também é possível acumular dinheiro, o “kinzcash”, para comprar novas acomodações e acessórios para os bichinhos. Aí é que a idéia mistura os conceitos usados no Second Life e no Tamagotchi, popular há uma década.

O mercado ficou aquecido. Tanto que outras empresas lançaram produtos parecidos, como o da MGA Entertainment, chamado MyePets.com. O preço (US$ 9,99) é menor que o da concorrente (US$ 14,99) e há recursos novos, como levar os bichos ao veterinário e ao spa.

A maioria dos mundos virtuais para pets inclui ferramentas de rede social, que permitem a crianças enviar mensagens a outros usuários e amigos. Neste ano, a Mattel, maior fabricante de brinquedos do mundo, também lançou seu site de relacionamentos, o BarbieGirls. Lá é possível vestir e criar a Barbie como bem entender e acumular dinheiro para comprar roupas em shoppings e conversar com outras donas de Barbies.

https://i1.wp.com/img.tesco.com/pi/entertainment/CD/LF/611907_CD_L_F.jpg