CULTURA – SP | Grade de Programacao de sabado 18-02-2012

Publicado: 17 de fevereiro de 2012 em Televisão, Tv Cultura
Tv Cultura – SP – Grade de Programação de sábado, 18 de fevereiro de 2012
Programação Tv Cultura

sábado, 18 de fevereiro de 2012

05:15 – Telecurso Profissionalizante
06:30 – Saúde Brasil
07:00 – Brasil Eleitor
07:30 – Via Legal – Fator Previdenciário / Negligência em Hospitais / Candidatos Superqualificados / Preservação Ambiental



Na edição desta semana, o programa Via Legal destaca as conseqüências do fator previdenciário. O instrumento criado pelo governo para ajustar as contas do INSS, na prática, significa a redução no valor da aposentadoria. Erica Resende explica como são feitos os cálculos e por que a medida atinge principalmente os homens.

Outro destaque desta edição é o desfecho de um caso que ainda traz muito sofrimento para uma família de Curitiba. Depois de um acidente doméstico, uma criança de 11 meses foi levada ao Hospital Universitário e durante o atendimento, acabou caindo da maca. Como o menino morreu em consequência da queda, os pais processaram a instituição. Nara Sarmento conta que já foram duas decisões determinando o pagamento de indenização.

Direto de Brasília, Viviane Rosa traz a história de uma farmacêutica que precisou recorrer à Justiça Federal para garantir o direito de tomar posse em um cargo conquistado em concurso público. Ela foi rejeitada pelo Hospital das Forças Armadas por ter uma formação escolar superior à exigida no edital.

Nesta edição, o Via Legal apresenta duas reportagens sobre meio ambiente. Uma delas discute a necessidade do poder público de cumprir a lei e não apenas exigir este compromisso do cidadão. Juliano Domingues esteve em Jaboatão dos Guararapes onde os danos a um patrimônio histórico virou caso de Justiça.

Já Denise Moraes, mostra a realidade em São Francisco do Itabapoana no litoral carioca. A prefeitura foi obrigada a demolir barracas que tiveram a construção liberada, mesmo sem licença ambiental. O projeto de revitalização da orla foi questionado nos tribunais e a decisão levou em conta os danos que ele representava para uma área de restinga.

08:00 – Quintal da Cultura

12:30 – Pronto Atendimento – Problemas no Feriado

O Pronto Atendimento deste sábado vai falar de um problema comum durante o feriado prolongado de Carnaval: aquelas coisas que costumam dar errado nas viagens como atraso e cancelamento de vôos e serviço inadequado em hotéis, restaurantes e navios.

Se você tem alguma dúvida mande a sua pergunta para: twitter.com/patendimento e prontoatendimento@tvcultura.com.br

12:45 – Educação Financeira
omo investir no mercado de ações utilizando o Home Broker

Esta edição aborda o tema “Como investir no mercado de ações utilizando o Home Broker”. Quebrando os paradigmas da imagem de um grande grupo de operadores de pregão gritando e negociando no mercado de ações, o programa apresenta uma recente solução: o Home Broker. A professora de inglês Daniela Rodrigues relata suas experiências de sucesso com o método. Analisando o sistema, o educador financeiro do programa Mauro Calil compara um Home Broker com um Internet Banking, destacando as principais disparidades e benefícios. Já a consultora financeira Tércia Rocha explica sobre o Ibovespa e demais índices negociados na Bolsa. Finalizando esta edição, o professor de finanças da Insper Ricardo Humberto Rocha discute os custos envolvidos na operação. Classificação Indicativa: Livre

13:00 – Cultura 360 – A Mecânica do Jogo (PUC) + Projeto Rondon (USP) + Profissionais de T.I. (Mackenzie)

Você conhece o Projeto Rondon? Esse programa foi criado em 1967, com objetivo de levar estudantes universitários em férias acadêmicas para conhecer as cidades menos desenvolvidas do país e realizar trabalhos de maneira voluntária. Muitas vezes criticado pelo seu caráter assistencialista, principalmente durante os anos da ditadura militar, atualmente o Projeto Rondon possui outra configuração. Alunos de diferentes cursos de graduação viajam até as comunidades interioranas oferecendo oficinas de arte, economia, culinária e muitas outras. A reportagem da TV USP acompanhou a expedição de um grupo estudantes em Aragominas, no Tocantins.

Numa sociedade dominada por computadores, sites, redes e smartphones, cada vez mais um tipo de profissional se destaca: aquele responsável pela tecnologia da informação. Em 2010, as empresas brasileiras investiram noventa bilhões de reais na chamada infraestrutura de T.I. Essa é uma carreira que está em alta no mercado – existem mais vagas do que gente para ocupá-las. Descubra mais sobre essa profissão nessa reportagem produzida pela TV Mackenzie.

13:30 – Pé na Rua
14:00 – Inglês com Música – A música desta semana é Rehab, primeiro sucesso de Amy Winehouse.
Rehab - Amy Winehouse
15:00 – Deu Paula na TV

15:30 – Cultura Retrô – Teatro Amazonas

16:00 – Clássicos

17:30 – Vitrine – Rosi Campos
Rosi Campos
O programa traz uma entrevista inédita com a eterna bruxa Morgana, Rosi Campos, que de má não tem nada. Ela fala sobre seu novo espetáculo, A Saga da Bruxa Morgana e a Família Real. Mais: eles fazem a cabeça e as mãos das mulheres a cada nova estação e seus nomes chamam tanta atenção quanto suas cores: são eles, os esmaltes. Computação em nuvem: entenda melhor a tecnologia que está acabando com a indústria do hardware. Foto na web: você tem a sua?

18:00 – Manos e Minas – Samba da Vela
Samba da Vela
No programa, os convidados são os músicos do Samba da Vela. Você verá também reportagens sobre o Bar do Timaia, o bar do integrante do Berço do Samba de São Matheus. Max BO acompanha o DJ Nuts a um sebo de discos, para mostrar raridades ao DJ americano JROCC. Nosso colunista Alessandro Buzo foi visitar a escola de Samba Estrela do 3º Milênio.

19:00 – Cultura Documentários – Nhô Cabloco e o Elo Perdido

Através da obra do artista plástico pernambucano Manuel Fontoura, conhecido como Nhô Caboclo, o documentário desenvolve uma investigação sobre um fato pouco estudado: as manifestações da cultura brasileira surgidas exclusivamente do encontro entre negros e índios. Essa fusão de culturas tomou rumos periféricos, acabando relegada ao ocultamento, – talvez tal fato tenha se dado por ter sido protagonizado por atores sociais marginalizados. É sob isso que Nhô Cabloco trabalha, apresentando uma viagem pelas diferentes expressões culturais nascidas na mata, nas vizinhanças de aldeias e de quilombos, longe do olhar dos brancos. O diretor Hermano Penna se utiliza tanto da obra como do legado testemunhal do artista para retratar a dinâmica de toda uma geração. Além disso, conta com depoimentos de historiadores, pajés, pais de santo e prestigiados antropólogos como Joel Rufino dos Santos e Muniz Sodré. Gravado nos estados de Pernambuco, Bahia, Paraíba e Maranhão, o longa sugere com clareza a demarcação de espaços de criação artística no Brasil onde os traços da cultura europeia estiveram ausentes. Por evidências contemporâneas, o diretor também revela a força da herança cabocla em movimentos sociais e políticos como o da cabanagem e na revolta de canudos.

Ficha Técnica
Ano: 2002
Tempo: 55 minutos
País: Brasil
Produção: TV Cultura, Rede Sesc Senac de TV e Luz XXI
Direção: Hermano Penna
Classificação indicativa: 10 anos

20:00 – Viola, Minha Viola

Bruna Viola
Bruna Viola
Bruna Villas Bôas Kamphorst nasceu em 1993 em Cuiabá (MT). Iniciou a carreira de violeira aos 11 anos, quando pediu à mãe uma viola caipira, pois queria aprender a tocar. Bruna adorava ouvir modas de viola, seus ídolos eram Tião Carreiro e Pardinho. Bruna começou a se apresentar em Mato Grosso, em rodeios, festas e já fez várias participações em televisão – incluindo a abertura da novela Paraíso. É devota de Nossa Senhora, padroeira de Cuiabá. Gravou um disco com músicas instrumentais de viola e músicas cantadas. Este é o seu retorno no programa Viola, minha viola, da TV Cultura, depois de uma comentada participação em 2010.


Duo Glacial


Os irmãos Miguel Servan Vidal, nascido em Mirassol-SP em 1936, e Ana Servan Vidal, nascida em Onda Verde-SP em 1941, integram o famoso “Duo Glacial” que, na década de 1960, conseguiu a vendagem de mais de um milhão de discos com a belíssima música “Poeira” (Luiz Bonan/Serafim Colombo Gomes). Miguel e Aninha já cantavam desde cedo, sendo que Aninha, com apenas 12 anos, venceu um concurso num circo que passava pela região. E, em 1955, com o nome “Irmãos Cervan”, a dupla começava a se apresentar na Rádio Cultura de Araraquara-SP. Em 1956, morando em São Paulo, Miguel e Aninha conheceram o já renomado compositor José Fortuna, que os convidou para participar do programa “Onde Cantam Os Maracanãs”, que ia ao ar pelas ondas da Rádio Piratininga. Três anos depois, Miguel e Aninha adotaram o nome artístico de Duo Glacial, o qual foi sugerido por José Fortuna. Em 1959, o Duo Glacial gravou seu primeiro disco 78 RPM, com a canção rancheira “Orgulho” (José Fortuna) e a valsa “O Amor e a Rosa” (José Vidal/Piraci), pelo selo Sertanejo. Vieram depois mais dois discos 78 RPM: em 1960, o rasqueado “Si Queres” (João Vidal) e a Rancheira “Desde Que O Dia Amanhece” (Pepe Guizar/José Fortuna), pelo selo Sertanejo. E, em 1961, o tango “Reconciliação” (Zé do Rancho/Ado Benatti) e a Canção Rancheira “Traição” (Francisco Lacerda). Nesta edição do programa, apresentam sucessos de sua carreira.


Tostão e Guarany


Com mais de 25 anos de carreira, Tostão e Guarany é uma das duplas mais representativas da música de raiz de Mato Grosso do Sul. Até 1983, Tostão e Guarany eram integrantes de um trio formado por Cruzeiro, Centavo e Tostão. Cruzeiro, conhecido hoje por Aurélio Miranda, seguiu carreira solo e consolidou seu trabalho em todo o país. Centavo, que passou a se chamar Guarany e Tostão formaram então a dupla que coleciona sucessos. A musicalidade de Tostão e Guarany revelou-se na adolescência, quando participaram eventos musicais e ganharam 1º e 2º lugares no festival “Festão”. A dupla Tostão e Guarany é composta por Adi Antonio Boniatti e Evânio Vargas Padilha, estão juntos há 25 anos. A dupla formou-se em 1983 e neste mesmo ano, foi gravado o disco compacto “Estrada de Chão” pelo selo “La Selva” da gravadora Universal Records. O LP “Luzes do Além” foi gravado em 1985 pela gravadora Xororó. Os dois já se apresentaram ao lado de grandes nomes como Tonico e Tinoco, Milionário e José Rico, Matogrosso e Matias, Trio Parada Dura, entre outros.

21:15 – Jornal da Cultura

21:45 – Clube do Filme – Eu Me Chamo Elisabeth
Eu Me Chamo Elisabeth
Década de 40, no interior da França. Elisabeth é uma menina de 10 anos que vive com os pais, que estão em processo de separação. Em sua casa também vivem uma empregada, que quase não fala, e sua irmã mais velha, que está prestes a partir para estudar. Elisabeth sente-se solitária até conhecer um jovem, que surge de repente em seu quintal. Ele está fugindo de uma clínica e recebe a ajuda de Elisabeth, que o esconde numa cabana nos fundos de sua casa. A partir de então Elisabeth passa a protegê-lo e a tratá-lo como confidente e seu melhor amigo.

Título original: Je m’appelle Elisabeth
Direção: Jean-Pierre Améris
Origem: França
Ano: 2006
Duração: 90 min.
Colorido
Classificação indicativa: 12 anos

23:15 – Cine Brasil – Janela da Alma

A diretora coletou relatos de 19 pessoas com diferentes graus de deficiência visual, da miopia discreta à cegueira total. Os entrevistados revelam suas impressões em sinceros relatos: falam como se veem, como veem os outros e como percebem o mundo. O escritor e prêmio Nobel José Saramago, o músico Hermeto Paschoal, o cineasta Wim Wenders, o fotógrafo cego franco-esloveno Evgen Bavcar, o neurologista Oliver Sacks, a atriz Marieta Severo, entre outros, fazem revelações pessoais e inesperadas sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento fisiológico do olho, o uso de óculos e suas implicações sobre a personalidade, o significado de ver ou não ver em um mundo saturado de imagens e também a importância das emoções como elemento transformador da realidade, se é que ela é a mesma para todos.

Ficha Técnica
Direção: Sandra Werneck
País de origem: Brasil
Duração: 67 minutos
Ano: 2005
Classificação Indicativa: Livre

00:30 – Figuras da Dança – Sônia Mota
Sônia Mota
Iniciou seus estudos de balé clássico em 1956 na Escola de Bailados da Prefeitura Municipal de São Paulo. Após os 8 anos curriculares, aperfeiçou-se por mais 6 anos na Escola de Dança de Halina Biernacka.

O primeiro contrato como bailarina solista foi aos 17 anos na Sociedade Ballet de São Paulo. Teve experiências em shows e eventos de dança nas TVs Tupi e Record.

Entre 1970 e 1974 foi solista do Ballet Real da Antuérpia (Bélgica). Entre 1975 e 1980 viajou regularmente para os EUA para treinar na Cia de Dança de Louis Falco, discípulo de José Limon.

De 1975 à 1989 foi integrante do Balé da Cidade de São Paulo dançando peças de Oscar Araiz, Lia Robato, Victor Navarro, Antônio Carlos Cardoso, Luis Arrieta e Suzana Yamauchi. Recebeu os prêmios Governador do Estado e APCA como melhor bailarina.

01:00 – Radiola – Juliana Kehl / Leptospirose
Juliana Kehl / Leptospirose
Juliana Kehl e o grupo Leptospirose apresentam os seus sucessos no quadro “Ao Vivo” deste programa. A equipe do Radiola confere as atrações do Festival Planeta Terra. O quadro “Trama Virtual” destaca Dominatrix, banda feminina do cenário hardcore nacional. A exposição “Queremos Miles”, disponível no Sesc Pinheiros até janeiro de 2013, é a atração do quadro “Matéria”. O quadro “Fala” traz o músico e VJ Thunderbird. Vocalista do Devotos de Nossa Senhora Aparecida, o artista conversa sobre a sua trajetória e dá dicas para as bandas iniciantes. A seção “Arquivo” mostra a participação do músico e VJ China no Radiola de 2009.

Twitter.com/tiosamnews

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s