CULTURA – SP | Grade de Programacao de segunda 13-02-2012

Publicado: 13 de fevereiro de 2012 em Televisão, Tv Cultura
Tv Cultura – SP – Grade de Programação de segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012
Programação Tv Cultura

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

06:00 – Tecendo o Saber
06:30 – Novo Telecurso Ensino Fundamental
06:45 – Novo Telecurso Ensino Médio
07:00 – Telecurso TEC
07:15 – Telecurso Profissionalizante
07:30 – Tamanho Família
08:15 – Pocoyo
08:30 – Castelo Rá Tim Bum
09:00 – Quintal da Cultura
11:00 – Bob, o construtor
11:30 – Arthur
11:45 – Cocoricó
12:00 – Os Camundongos Aventureiros
12:30 – Jakers! As aventuras de Piggley Wink
13:00 – Os Sete Monstrinhos
13:20 – Shaun, o Carneiro
13:30 – Cyberchase
14:00 – Doug
14:30 – Quintal da Cultura

17:25 – Matinê Cultura – Reineke, a Raposa
Reineke, a Raposa
Com sabedoria e esperteza, a raposa é capaz de se livrar dos obstáculos do reino animal e garantir a sobrevivência de sua família. Entretanto, Reineke ultrapassou limites em meio à suas manobras e acabou sendo acusada pela corte. Processada e com a punição se aproximando, sua astúcia a livra mais uma vez das consequências de seus atos, fato que enfurece o Rei Nobel. Impaciente, a corte alia um enorme exército e partem numa expedição em busca da raposa. Maliciosa, Reineke escapa mais uma vez, e ainda recusa a recompensa oferecida pelo rei, frisando que só deseja ser uma cidadã livre no reino animal. Uma releitura do poema de Goethe.

Gênero: Infanto-juvenil / Animação
Título original: Reineke Fuchs
Direção: Thierry Schiel/ Manfred Durniok/ Zhuang Minjin
Ano: 1986
Origem: Alemanha/China
Duração: 90 min.
Colorido
Classificação indicativa: 10 anos

18:45 – O Mundo de Beakman
19:15 – Pé na Rua
19:25 – Deu Paula na TV
19:30 – Inglês com Música – Rehab – Amy Winehouse
19:45 – Woohoo News
19:55 – Deu Paula na TV
20:00 – Pé na Rua
20:10 – Metrópolis

20:40 – Ponto de Virada – Kiko Zambianchi
Kiko Zambianchi
Num tom intimista e amistoso, o músico Kiko Zambianchi conta um pouco sua história de vida e profissional. Ele fala sobre a mudança para São Paulo, o seu começo como músico e compositor e o cenário musical dos anos 80 no Brasil.

21:10 – Jornal da Cultura

22:00 – Roda Viva – Nelson Calandra
Nelson Calandra
O Roda Viva desta segunda-feira sabatina Nelson Calandra, desembargador e presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

O programa deve repercutir a decisão do Superior Tribunal Federal em manter o poder do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) de investigar magistrados. Calandra respeita a soberania do órgão, mas defende a competência dos tribunais regionais. Para ele, quem primeiro processa o magistrado é o Tribunal; depois, o CNJ.

Apresentado pelo jornalista Mario Sergio Conti, o Roda Viva traz para a bancada Luiza Eluf (procuradora de justiça de São Paulo), Oscar Vilhena (diretor da faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas), Fausto Macedo (repórter de política d’O Estado de S. Paulo), Cristian Klein (repórter sênior de política do Valor Econômico) e Uirá Machado (repórter da Folha de S. Paulo e bacharel em Direito).

23:30 – Cultura Documentários Não É da Conta de Ninguém
Não É da Conta de Ninguém
Se, por sorte, você se deparar com esse filme, não perca. É um documentário muito bem feito, que nunca é entediante, nem pretencioso e sempre divertido. Para descobrir a história de sua família, o diretor, Alan Berliner, faz perguntas para sua família e se engalfinha com o pai, um homem cínico, para satisfazer um desejo: conhecer sua linhagem. Embora seja evidente que é um filme que Berliner fez para si mesmo, entretém e é muito acessível. Abordando o divórcio, o amor paterno e perguntas que todos queremos fazer, Berliner cria um documentário vigoroso e divertido, honesto no retrato que faz das famílias e na curiosidade de saber a altura de uma árvore genealógica.

Título Original: Nobody’s Business
Direção: Alan Berliner
Ano: 1996
Origem: Estados Unidos
Duração: 58 min.
Colorido
Classificação Indicativa: 12 anos

00:30 – Invenção do Contemporâneo Lacan e a Psicanálise do Século XXI

Jacques Lacan foi, sem dúvida, o mais importante seguidor de Freud, alguém que deu estatuto racional iluminista ao inconsciente ao dizer que o “inconsciente se estrutura como uma linguagem”. Mas ele anteviu as transformações pelas quais o mundo iria passar e, nos últimos 11 anos de sua vida, começou a rever e a modificar tudo que havia dito até então. A vertiginosa mudança do enfoque psicanalítico de Lacan ficou conhecida como Segunda Clínica. Ela veio para desconstruir a Primeira e pavimentar o caminho para uma nova época, uma nova ética. Que mudanças foram essas e que respostas elas trouxeram para o homem pós-moderno é o assunto desse Invenção do Contemporâneo, com o psicanalista Jorge Forbes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s