Resumo da semana da novela Poder Paralelo 13 a 17/07/2009

Publicado: 15 de julho de 2009 em Novela, Poder Paralelo, Record
Tio Sam NewsTio Sam News

Resumo da semana da novela Poder Paralelo

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora – Os capítulos que vão ao ar estão sujeitos a eventuais reedições.

Segunda-feira, 13 de julho de 2009
Dulce avisa a Armando que ele deve sustentar Vânia e Nando

Pedro conta a Bruno que ele e Nina estão namorando. Diante de Bruno, Nina assume estar apaixonada por Pedro. Bruno ofende-a. Pedro ameaça avançar nele, mas é impedido pela namorada.

Bruno manda Wagner pegar uma van do hotel e levar Pedro para casa. Vânia revela a Bruno que é grata por ele ter abafado o escândalo do tiro que deu nele.

Ela confessa que, apesar de tudo que aconteceu, não consegue se arrepender. Lígia insiste para que Tony dê uma entrevista, mas ele não aceita, porque não confia em Baruel.

Dulce avisa a Armando que ele deve sustentar Vânia e Nando. Teresa pergunta a Tony o que houve com Paulo. Caló pergunta a Tony se Bruno tem alguma ligação com Guri. Tony fala que está verificando.

Vânia fala para Nando que precisa dele e, mais uma vez, ele a ignora. Tony pede para Paulo explicar o que houve no hotel. Paulo conta que almoçou com Maura e a história do vídeo no telão do bar mexeu com todo mundo, e com Maura também.

Tony avisa a Paulo que ninguém na chácara pode ligar Bruno a Guri. Dulce e Orlando dançam. Lurdes vê e desfaz o par. Bruno manda Nina se afastar de Pedro. Em troca, lhe oferece um bom aumento e a garantia de ficar no hotel até se aposentar.

Nina deixa claro que não está negociando Pedro. Mimi faz massagem em Paulo e os dois se beijam com vontade. Bruno avisa a Laila que Paulo está sob controle e vai topar o meio a meio. Baruel diz que está tentando atrair Tony para a Grafos.

Neide e Bruno passam a noite juntos, no motel. Na Boate Omertà, Neide dança e vai atraindo Rudi para a sua direção. Téo diz a Tony que quer detalhes sobre a proposta que ele ofereceu.

Terça-Feira, 14 de julho de 2009
Neide demonstra a Rudi estar muito interessada por ele

Tony reafirma a proposta de dez milhões para Téo não lhe fazer perguntas. Neide dança com Rudi, a fim de envolvê-lo. Orlando dorme sentado no sofá, com um cacho de bananas no colo. Lurdes repara nos músculos de Wagner, que a olha interessado.

Maura recebe uma ligação da delegacia, que trata de algum problema com o Júnior. O delegado avisa a Maura que Júnior estava apostando um racha. Paulo, como advogado, pede que o delegado releve, pois Júnior está passando por problemas familiares.

Neide demonstra a Rudi estar muito interessada por ele. Júnior diz a Maura que, como todos na família, ele também quer ter a sua própria vida e acusa-a de estar de rolo com Paulo.

Maura responde com uma bofetada e se arrepende, imediatamente. Tony diz a Téo que eles serão parceiros e, juntos, vão acabar com a gangue do Guri.

Tony explica a Téo que irá mapear todo o esquema do tráfico e das propinas do poder público. Neide conta à Laila e Khalid que Rudi usa drogas.

Laila diz a Khalid e Neide que Rudi será útil para eles. Maura vai até a casa de Nina conversar com ela e Pedro. Maura diz aos dois que os acha despreparados, mas afirma que vai ficar do lado deles.

Bruno pede para Laila fazer um levantamento completo sobre a vida de Nina. Téo vai até a delegacia e Renato avisa que, enquanto ele estiver sendo processado, não pode ir lá.

Caló insiste para que Tony e Paulo lhe digam se Bruno tem alguma ligação com Guri. Tony fala para Paulo que Caló não pode saber. Freda avisa a Tony que Caló saiu de casa muito bravo e levou Domi.

Tony confessa a Paulo que acha que sabe onde o Caló foi. Bruno diz a Laila que precisa ter uma conversa com Tony. Caló pergunta a Bruno se ele sabe quem é o homem que tem o apelido de Guri. Bruno se espanta.

Quarta-Feira, 15 de julho de 2009
A mando de Bruno, Baruel convida Lígia para ser editora da Grafos

Bruno afirma a Caló que não sabe quem é o Guri. Maura avisa a Pedro que não vai se opor ao namoro dele com Nina, mas quer que ele volte a estudar. Téo vai até a delegacia e perde o controle, ao ser acusado por Renato de ser cúmplice de Tony.

César, delegado regional, avisa a Téo que, enquanto o processo não terminar, ele não pode entrar na delegacia. Lígia diz a Baruel que já está decidida e não volta mais para a Grafos.

A mando de Bruno, Baruel convida Lígia para ser editora da Grafos e diz que ele vai para o conselho editorial. Lígia fica balançada com a proposta, mas não aceita o convite.

Tony e Paulo vão até a sala de Bruno, onde ele e Don Caló estão conversando. Tony pede desculpas a Bruno, por ter colocado o filme de Marina com as gêmeas no telão; Caló fica aliviado.

Dulce afirma a Vânia que está ao lado dela e quer vê-la dar a volta por cima. Rudi diz a Nícia que Tony não quer nada com ela, e tenta beijá-la. Nícia fica furiosa e lhe diz que mulher nenhuma quer ter uma família com ele.

Caló confessa, diante de Tony, Paulo e Bruno, que já matou uma pessoa há muitos anos: era ele ou o cara. Lígia pergunta a Rudi onde Tony está e ele diz que não sabe.

Rudi diz a Nícia que Tony está no apartamento dele com uma mulher e entrega a chave para ela conferir. Nícia dá a chave a Lígia. Maura pede para Bruno ajudá-la na criação dos seus filhos. Ela diz que está com medo de perder o controle sobre eles.

Três americanos fazem um procedimento para colocar um chip em Tony. Terminado o procedimento, um dos americanos avisa que ele deve enviar um relatório sobre os últimos contatos, com nomes e locais, e lhe pede que se comunique com a DEA (Agência Americana Antidrogas). Lígia entra no apartamento de Rudi.

Quinta-Feira, 16 de julho de 2009
Santana pede para Iago tirá-lo da clínica

Tony diz ao americano da DEA que Lígia é de total confiança. A sós, ele pergunta à Lígia quem lhe disse que estava no apartamento de Rudi, mas ela não entrega Nícia.

Neide diz a Armando que, se Bruno for eleito presidente da Associação, eles vão ter mais poder e mais influência. Gigi avisa a Bruno que soube que a lua-de-mel de Luísa e André está maravilhosa. Gigi pergunta a Bruno se uma amiga dela pode usar o lobby do hotel para fazer um desfile diferente, uma espécie de performance da sua grife nova.

Bruno aceita, mas exige que o nome dele apareça na divulgação como promotor e apoiador. Paulo entra em sua suíte e se surpreende com a presença de Laila. Ela pede para Paulo mostrar o mapa de negócios de Tony e diz que vai mostrar o de Bruno.

Lígia confessa a Tony que achou que ele estivesse com outra mulher. Tony lhe garante que ninguém sabe sobre a relação dele com a DEA e, enquanto a missão não acabar, não é o dono da própria vida. Vânia fala para Armando que quer ser sócia dele na agência.

Após terem protagonizado uma discussão na sala de Bruno, no hotel, Fernanda dá um tapa em Neide. Bruno, fora de si, tira Neide de sua sala.

Apesar do lucro do grupo de Tony ser mais que o dobro do de Bruno, Laila deixa claro a Paulo que, se ele quiser preservar a própria vida e a vida de quem ele gosta, tem que ser feita uma divisão meio a meio. Téo aceita o convite de Tony: eles vão trabalhar lado a lado. Santana pede para Iago tirá-lo da clínica.

Sexta-Feira, 17 de julho de 2009
Tony garante a Pavão que eles vão retomar alguns negócios

Sérgio fica indignado com a novidade e vai embora. Tony consegue contê-lo. Ele diz que está perdendo dinheiro: a clínica fechou e alguns negócios paralelos deixaram de dar lucro, como alguns medicamentos que Helena pegava e vendia.

Tony avisa a Sérgio que eles vão retomar esse negócio. Téo fala para todos que sua carreira na polícia acabou e quer pensar em seu futuro.

Pedro fala para Nina que acha muito chato ficar com um segurança por perto o tempo todo, já que Dulce contratou Arlindo para proteger o casal. Pavão avisa a Tony que o desvio de carga no porto não tem ido bem.

Tony garante a Pavão que eles vão retomar alguns negócios. Arlindo cochila, enquanto um homem com máscara ninja se aproxima e o imobiliza. Domi conta à Nícia que até agora não teve sorte, continua solteiro.

Lá, foi abordado quando estava no último ano da faculdade e topou ser informante e logo foi promovido a agente. Tony reafirma à Lígia que ninguém sabe que ele é agente da DEA.

E explica ainda que o velho Capo tinha indícios de que ele era da agência, então mandou matá-lo. Pedro e Nina ouvem um barulho, vão ver o que é e se deparam com Arlindo, ferido e amarrado. Os dois vão até a casa de Maura e pedem para passarem alguns dias lá.

Tony confessa ainda que, se cumprir a vendetta, perde o contato com a organização e corre o risco de ser denunciado à Polícia Federal. Enquanto Felício vai preparar um café, Téo localiza o retrato de Helena. Renato entra e pergunta o que ele está fazendo.

Tony, que foi até a Omertá entregar as chaves do apartamento do irmão, Rudi e Fernanda fazem um brinde. Bruno entra, vê os três brindando e recua ao ver Tony.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s