Troca de Família entra no mundo do fetiche

Publicado: 20 de março de 2009 em Record, Troca de Família
Troca de Família entra no mundo do *fetiche

Mãe fetichista, liberal e dominadora de São Paulo troca de casa com mãe conservadora e regrada de Cuiabá

O Troca de Família desta terça-feira, dia 24, vai entrar em um universo até então pouco explorado ou conhecido do grande público: o do fetiche. A mãe Simone (ou “Rainha Naja”) mora em São Paulo e pertence a uma família típica fetichista: eles cultuam a beleza e a supremacia feminina e os homens não passam de escravos e submissos. Os “escravos” fazem tudo por sua rainha. Esses grupos fetichistas realizam baladas específicas. Simone junto com seu marido, Paulo, comandam uma casa noturna pronta para atender fetichistas de todo o Brasil e do mundo. Paulo sempre cede às ordens de Simone, que é jovem, mandona e egoísta. A vida deles não obedece regras nem horários. Tudo sempre acontece à noite, durante as baladas na casa noturna do casal. Nesse ambiente, é comum ver cenas de mulheres com chicotes e homens submissos satisfazendo as exigentes vontades femininas.

Já a outra mãe é Vera Lucia, de Cuiabá (Mato Grosso). Casada há 32 anos com Cairo, é professora, religiosa com perfil bem conservador. Mãe de três filhos, faz tudo por eles. Ela cuida da casa, da família e controla o comportamento dos filhos, que já são bem grandinhos. Atualmente, preside o Lions Clube de Cuiabá e faz trabalhos voluntários e sociais com o grupo. O marido trabalha num barco turístico no Pantanal, realizando passeios pela região e pesca esportiva.

Esses universos tão diferentes vão entrar em conflito em Troca de Família. Uma mãe liberal, dominadora e fetichista vai se mudar para Cuiabá e encarar um estilo de vida regrado e conservador. Já Vera vai ter que mergulhar em um mundo que nunca imaginou existir, trocar o dia pela noite e tornar os homens seus escravos. Na próxima quinta-feira, dia 26, o programa vai exibir o desfecho dessa troca, com o tradicional encontro essas mães tão diferentes.

Nesta terceira temporada, o Troca de Família já exibiu diversas situações polêmicas e ousadas, como a homossexualidade, a deficiência física, problemas com segurança pública, troca entre torcidas de corintianos e palmeirenses, e o contraste de famílias com diferentes classes sociais. Até o momento, esta terceira temporada vem mantendo excelentes resultados de audiência, e registra 14 pontos de média e 26% de share. O resultado parcial da segunda temporada, exibida no ano passado, também foi de 14 pontos de média.

A 3ª temporada de Troca de Família vai ao ar terças e quintas, às 22h45, e tem direção-geral de Johnny Martins e apresentação de Ana Paula Tabalipa.

Dados da Notícia
Empresa: REDE RECORD
Fone: (11) 2184-4763
E-mail: aaido@sp.rederecord.com.br
Ramal:
Fax: (11) 2184-4756
Contato: Ana Paula Aido de Almeida

Dicionario –
*fetiche sm Objeto a que se atribui poder sobrenatural.
fetichismo sm 1 Adoração de fetiches.
2 Culto de objetos inanimados em relação aos quais se formou a crença de estarem ligados a espiritos e que passam a representá-los simbolicamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s