Nepotismo para todos

Publicado: 27 de janeiro de 2009 em Canal 1, Crítica, Televisão
Flavio Ricco
Canal 1

Repetindo pares
27/01/2009

Na história das novelas da Globo, os seus autores trabalharem sempre com os mesmos diretores é uma prática que vem de muito tempo. Nunca foi diferente, assim como a repetição de artistas na montagem de seus elencos. São núcleos formados, quase indestrutíveis, próximo do “quem tá fora não entra, quem tá dentro não sai”.

Quando o nome de certo autor é anunciado, já se pode imaginar quem serão o diretor e artistas escolhidos. A chance de erro é quase zero.

Agora, o que se observa, é a formação dos mesmos pares ou duplas, que deram certo em outras novelas.

Em “Caminho das Índias”, por exemplo.

Lá estão Alexandre Borges e Letícia Sabatella que atuaram juntos em “Desejo Proibido”. O mesmo se aplica a Marjorie Estiano e Caco Ciocler, ainda na lembrança de todos, em “Duas Caras”. Além de inúmeros outros.

O cenário é sempre o mesmo. Só mudam a novela e os nomes dos personagens. Resta saber se isto acontece de propósito ou é mais uma obra do acaso.

TV Tudo

E vai rolar a festa (1)
Para o pessoal que estuda interpretação ou passa horas nas oficinas da Globo, é bom se preparar. São enormes as possibilidades de uma decepção ou revolta tão logo se divulguem oficialmente os nomes que irão aparecer na sua próxima novela das seis, “Paraíso”. Os créditos prometem.

E vai rolar a festa (2)
Além das diferentes gerações da família Barbosa no elenco de “Paraíso”, a trilha sonora não será exceção. E não podemos esquecer dos amigos chegados! Agora, se toda essa farra acontece, é porque alguém do alto comando permite.

Não pode
Aliás, um autor da Globo que pede para não ter o nome divulgado, revela que esse problema do nepotismo é antigo na emissora. Certa vez, um diretor-geral tentou colocar em uma novela quase a família inteira. Pelas contas, só ficariam de fora o cachorro e o papagaio.

Não é só
Mas a Globo não é a única a se render ao nepotismo. Basta dar uma espiada nos créditos de produções exibidas por Record e SBT. Entram mãe, mulher, filha, sobrinha, tia… Uma história sem fim.

De propósito
Só numa coisinha a Globo não é fiel em “Caminho das Índias”: o barulho das buzinas. Quem já esteve lá, sabe. É um verdadeiro festival.

Negócios
O Boticário, maior rede de franquias de cosmética e perfumaria do mundo, fechou patrocínio do “Fantástico”. Serão R$ 54 milhões pelos próximos 12 meses.

Corpo estranho
A Globo tem por hábito, no encerramento de um jornal, anunciar o próximo. Outras emissoras fazem o mesmo. A Bandeirantes não. O jornal do Boris, por exemplo, parece que não existe.

Futebol
A Net está com uma promoção. Quem compra o próximo campeonato brasileiro, e paga 12 prestações de R$ 55, leva um regional de presente.

Se gritar pega…
Bem a propósito, quem viu alguma coisa do campeonato carioca no final de semana, em sua primeira rodada, constatou que o tempo passa e as coisas não mudam. Continuam os assaltos à luz do dia.

Betty (1)
Em sinopse apresentada à direção da Televisa, Gisele Joras, entre outras novidades, tentou dar um nome diferente para a protagonista de “Betty a feia”. Se os mexicanos gostaram ou não, só o tempo dirá. Mas a informação é que o trabalho não agradou inteiramente, e a autora já trabalha em modificações.

Betty (2)
O diretor da teledramaturgia da Record, Hiran Silveira, informa que os nomes apresentados na sinopse são apenas sugestões. Serão validados ou não. Na Colômbia, na versão original, a protagonista chamava Betty, e no México, Letícia, cujo apelido era Leti. Aqui, segundo ele, será encontrado um nome mais adequado à nossa realidade.

Bate – Rebate
· O “Fantástico”, em boa hora, mostrou o condomínio de luxo onde mora o casal da Renascer.
· É de lá que eles transmitem o programa para os fieis do Brasil. E de outros lugares.

· Uma coisa é certa: pelo que foi mostrado no programa, lá não existe risco do teto despencar.

· Deve ser, inclusive, a prova de todos os ciclones.

· A Record está no ar com chamadas da Liga dos Campeões da Uefa. Os jogos voltam em fevereiro.

· Hélio Vargas – programação – e Goyo Garcia – gerente de aquisições são os homens da Bandeirantes na Napte, em Las Vegas.

· Meu Deus! Coloquei no blog um post sobre a venda da TV do Ratinho em Paranaguá ao RR Soares.

· Virou uma guerra religiosa.

· Durante 36 minutos, no último sábado, Raul Gil colocou a Bandeirantes em segundo lugar com direito a pico de 8.

· Mas não segurou. Na média, 4 pontos e a quarta posição.

· Virou loucura a passagem do Cauã Reymond no “Pré Caju”, neste final de semana, em Aracaju.

· O ator Mario Frias, do elenco da Record, encarou um regime sério. Perdeu 12 quilos.

· Luiz Antonio Rocha, diretor de elenco da Record, pediu demissão na semana passada, insatisfeito com a nova ordem das coisas.

C´est fini
O presidente do Flamengo, Márcio Braga, adiantou, domingo, no programa Esporte Record News, que a Prefeitura de Niterói será a nova patrocinadora da Ginástica Artística do clube. O convênio só foi oficialmente anunciado ontem.
TS vai dormir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s