Novidades de Informática e Dicas de Sites e Livros

Publicado: 20 de dezembro de 2007 em Cultura, internet, Livros, Tecnologia
Está chegando um concorrente de peso para o Orkut – O MySpace da Microsoft chegou: Você tem Orkut? Esta é uma pergunta muito comum aqui no Brasil. Isso devido ao gigantesco sucesso que o Orkut alcançou em nosso País. Sucesso que não se repetiu, nem de perto, em outros países. Agora chegou também ao Brasil um concorrente de “peso” para o Orkut: o MySpace da Microsoft. A rede social MySpace estreou oficialmente seu site em português no Brasil na sexta, dia 14 de dezembro. O grande desafio é conseguir atrair internautas em um segmento que no Brasil é dominado pelo Orkut. Cerca de 1 milhão dos 20 milhões de internautas residenciais brasileiros ativos já utilizam a versão em inglês do MySpace. O Orkut atrai 14 milhões de brasileiros, segundo dados da empresa de pesquisa Ibope//NetRatings. Entre as estratégias do MySpace para atração de usuários, uma está definida: shows de música que só têm seus dias e locais de realização revelados aos usuários do site. O primeiro foi marcado para a próxima quarta-feira, informou a assessoria sem revelar o local do evento nem qual será a atração. Vamos aguardar para ver se o MySpace fará sucesso no Brasil ou se o Orkut continuará dominando, absoluto.

Hatebook – um Orkut ao contrário: Neste site a idéia é ser politicamente incorreto. Fale mal, espalhe fofocas, crie listas negras. Nesse site, a tecnologia está toda voltada para fins nada nobres. No fundo, trata-se de uma divertida – e às vezes até incoveniente – ferramenta de relacionamento. Vale a pena conferir em: http://www.hatebook.com e dar umas boas risadas.

Aparelho sul-coreano traduz texto para qualquer idioma: A empresa sul-coreana Mouscan, lançou um aparelho capaz de “escanear” um texto e produzir automaticamente uma versão em qualquer idioma escolhido pelo usuário, que pode ser lida em voz alta. Pouco maior que um telefone celular, o aparelho chamado Voiscan usa tecnologia originalmente desenvolvida pela HP em 1998. Para usá-lo, o usuário só precisa passar o dispositivo sobre o texto que quer ler. Uma câmera captura uma imagem e extrai o texto através de um processo de OCR. O conteúdo é analisado, e depois de processado encaminhado a um software sintetizador de voz. O produto deve chegar ao mercado em 2008, inicialmente voltado a viajantes e portadores de deficiência visual. Vamos aguardar para ver a eficiência do aparelho, o qual, se não for muito caro, poderá ser um auxiliar valioso para estudantes e leitores em geral.

A próxima versão do Windows dará suporte a comandos através de toque na tela – touch screen: Muita gente nem sabe que foi lançado o Windows Vista, que é o sucessor do Windows XP e a Microsoft já está falando na “próxima versão do Windows”, a qual, por enquanto, tem o nome de projeto de Windows 7.0. A Microsoft explicou, em um blog oficial, que a próxima versão do Windows tem foco em características de toque de tela, ou seja, o usuário poderá executar comandos do Windows tocando em pontos específicos da tela. Para quem é cliente de alguns bancos como o Itaú, por exemplo, esta tecnologia não tem nada de novo, pois os terminais do Itaú já usam comandos de toque na tela há, pelo menos, quatro anos. No blog de desenvolvedores da Microsoft, o engenheiro Hilton Locke conta que seu time trabalha em recursos de toque de tela ao desenvolver as características do Windows 7. Segundo palavras do engenheiro: “Se vocês estão impressionados com as características de toque do iPhone, posso dizer que ficarão loucos com o que estamos desenvolvendo para o Windows 7”. Vamos aguardar então.

Livro da Semana – O Direito à Vida e a Pesquisa em Células-Tronco – Limites Éticos e Jurídicos: Autora: Renata Rocha, Editora: Campus, páginas: 232: A pesquisa científica de células-tronco desponta como potencial terapêutico na cura de diversas enfermidades. Paralelamente à pesquisa científica, dilemas jurídicos e éticos giram em torno da aceitabilidade do uso de embriões humanos como fonte de células-tronco. A utilização implica destruição do embrião e instrumentalização do ser humano? O livro reflete acerca dessa realidade conflitante, valorizando o princípio de que a vida humana é um bem absoluto, pressuposto e requisito dos demais direitos. Vale a pena conferir.
A imagem “https://i0.wp.com/gazeta.via.com.br/imagens/logo_gazeta.gif” contém erros e não pode ser exibida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s