Programa do Jô – A história do carteiro Lumar Baptista

Publicado: 17 de agosto de 2009 em Globo
Programa do Jô | 18/08 ter 00h25 | Globo – Entrevistas |

O
Programa do Jô é uma atração televisiva liderada pelo humorista Jô
Soares, definindo-se basicamente como um programa de entrevistas,
misturando entretenimento, entrevistas, e música.
As atrações aqui postadas foram retiradas do site da Globo.com. e também no site do Programa do Jô. Se qualquer um dos entrevistados não for pro ar a responsabilidade é totalmente da Rede Globo.

Fernanda
Motta, a modelo internacional apresenta o ‘Brazil’s Next Top Model’
programa que tem no júri Érica Palomino, Duda Molinos e Dudu Bertolini
e é exibido pelo canal Sony.

Lumar Baptista,
ele é carteiro e já foi eleito o melhor funcionário dos Correios num
concurso com cento e vinte e seis mil participantes. Lumar está sempre
sorrindo, cantando e brincando com as pessoas, mas só entra em
enrascada, vem ao programa falar sobre suas peripécias.

A história do carteiro Lumar Baptista
Lumar é carteiro em Capivari, interior de São Paulo, e coleciona passagens que renderiam tranquilamente um livro de humor.
Primeiro porque ele está sempre de bem com a vida. Trabalha cantando, assobiando e cumprimentando as pessoas na rua.
A
maioria dos moradores aprova tamanho regozijo, mas há quem se irrite –
como as mulheres que colocam as crianças para dormir à tarde. Uma das
mães quase chegou às vias de fato após Lumar passar entoando um “acorda
Maria Bonita…” debaixo de sua janela.
Na agência dos Correios em que
dá expediente, Lumar implantou um esquema de boas-vindas. Qualquer
pessoa que entre no local é recebida com um sorriso e um aperto de mão
de todos os funcionários.
O carinho pelo trabalho foi triplamente
reconhecido. Em 2007 Lumar recebeu os prêmios de melhor carteiro do
interior de São Paulo; melhor carteiro do Brasil e o de
funcionário-padrão nacional pelo governo de São Paulo.
Lumar caminha
cerca de 18 quilômetros por dia para entregar uma média de duas mil
correspondências. Além do bom humor, a mistura de inocência e distração
faz com que ele se veja envolvido em situações constrangedoras,
surreais ou que esteja no lugar errado na hora errada.
Por pouco não
foi preso por dois juízes de Direito em momentos diferentes. Um se
irritou quando Lumar o banhou, sem querer, com uma xícara de café. O
outro, por causa da cantoria do carteiro na rua durante uma das sessões
no fórum.
O telefone celular também é personagem na vida de Lumar.
Já o esqueceu em diversos lugares – inclusive em cima do telhado. Certa
vez, sem saber onde havia deixado o aparelho, Lumar ligou para o seu
próprio número e seguiu-se o diálogo: “Quem é? É o padre. Então tá bom,
seu safado, aqui é o capeta!”. O celular havia sido deixado num dos
bancos da igreja.
Mas a situação “hors concours” foi roubar uma casa
sem saber. Pensando que se tratava de moradores em mudança, o carteiro
deu uma mãozinha para um grupo de ladrões limpar uma residência. Quase
foi preso pela terceira vez.
Quem o ouve contar suas peripécias nem
imagina que o passado foi de sofrimento. Órfão de pai e mãe, Lumar
morou num orfanato até os 18 anos. Logo que se viu sozinho na vida
prestou concurso para os Correios e passou.
Lá se vão 23 anos e um
encontro com Lula – a condecoração de melhor carteiro do Brasil lhe
valeu um ”tête à tête” com o presidente em Brasília.
Antes de chamarem pelo S.O.S. lembrem-se de Lumar. Nem tudo está perdido.

http://trezende.wordpress.com/2009/08/08/
Além do Lula, Baptista já conheceu o governador José Serra e o Padre Marcelo Rossi.
Porém,
esses contatos não mexeram com a humildade do sorridente homem que,
desde muito cedo, conviveu com a dura realidade de inúmeras crianças
brasileiras. Igual acontece com muitos filhos, Baptista não lembra
da
fisionomia dos pais, pois com apenas um ano de idade foi encaminhado à
Associação Santa Rita de Cássia devido à morte do casal.

Foram 18 anos de convivência com todos os funcionários e crianças do
abrigo que até hoje Baptista mantém contato. Inclusive, com a dona
Antônia, “xodó” de Baptista, já que foi pelas mãos dela que o pequeno
menino foi criado no Santa Rita. “Ela para mim é tudo. Sento, converso,
brinco. Tenho muito orgulho de ver meus filhos a chamando de vó. Quando
soube que ia ser entrevistado pelo Jô contei à ela que me disse: meu
filho esse degrau ainda é pouco frente ao que você ainda vai subir”,
conta emocionado.
http://agazetadenoticias.blogspot.com/2009/08/carteiro-capivariano-sera-entrevistado.html

Assista abaixo – Via YouTube
Lumar Baptista – O Carteiro Padrão – 1/4

Lumar Baptista – O Carteiro Padrão – 2/4

Lumar Baptista – O Carteiro Padrão – 3/4

Lumar Baptista – O Carteiro Padrão – 4/4

About these ads
Comentários
  1. Meire Ane disse:

    Acabei de ver a entrevista com ele e fiquei encantada. Seria tão bom se existissem mais pessoas assim!

  2. Unknown disse:

    Lumar é exemplo de pessoa pois com 1 ano ficou orfão de pai e mãe, foi criado em um orfanato e ao sair foi morar em uma favela. Com orimismo acreditou nele próprio, conseguiu um bom emprego e formou uma família bonita e feliz. Parabéns !

  3. Rosana M. L. disse:

    Parabéns Lumar, por ser um Carteiro do NOSSO CORREIOS, por ser Humilde Honesto e super Generoso.Exemplo de vida e de profissionalismo. Que Deus continue te Abençoando companheiro!

  4. rosangela disse:

    já vi esta entrevista varias vezes,ele é uma pessoa mto agradável..

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s